0

Cobre opera em alta, apoiado por dólar mais fraco

21 ago 2018
07h54
  • separator
  • 0
  • comentários

O cobre opera com ganhos nesta terça-feira, impulsionado pela fraqueza do dólar, o que permite que o metal retome valor perdido durante a semana passada. Além disso, notícias do setor são monitoradas.

Na London Metal Exchange (LME), o cobre para três meses subia 1,05%, a US$ 6.051,50 a tonelada, às 7h05 (de Brasília), tendo avançado na casa dos 2% até agora nesta semana. Às 7h36, o cobre para setembro avançava 0,99%, a US$ 2,6950 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

O dólar está mais fraco ante outras moedas fortes. Isso torna as commodities, negociadas nessa divisa, mais baratas para os detentores de outras moedas, o que apoia a demanda. Diretor de pesquisa da FastMarkets.com, William Adams diz também que as quedas recentes levaram investidores a aproveitar os preços mais baixos, o que gerava queda nos estoques monitorados pela LME e pela Bolsa de Xangai.

Além disso, a BHP Billiton informou no fim da segunda-feira que houve um aumento de 33% em seu lucro subjacente no último ano fiscal. A mineradora sinalizou, porém, apreensão com a perspectiva de curto prazo para o mercado de commodities, em meio às tensões comerciais entre EUA e China.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco subia 2,7%, a US$ 2.440,50 a tonelada, o alumínio avançava 0,61%, a US$ 2.071 a tonelada, o estanho tinha ganho de 0,08%, a US$ 18.805 a tonelada, o níquel operava em alta de 0,88%, a US$ 13.735 a tonelada, e o chumbo avançava 1,29%, a US$ 2.005,50 a tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade