5 eventos ao vivo

Cobre opera em alta, à espera de diálogo comercial entre EUA e China

29 jan 2019
10h25
  • separator
  • 0
  • comentários

Os futuros de cobre operam em alta nesta manhã de terça-feira, apagando parte das perdas da sessão anterior, à espera da retomada de negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

Por volta das 9h40 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) subia 0,80%, a US$ 6.035,50 por tonelada, cortando a queda de ontem pela metade.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para entrega em março avançava 0,65%, a US$ 2,6975 por libra-peso, às 10h07 (de Brasília).

Autoridades dos EUA e China irão se reunir amanhã e quinta-feira, em Washington, para retomar negociações comerciais bilaterais. Segundo analistas, uma série de balanços corporativos fracos nos EUA pode incentivar a Casa Branca a se esforçar buscar um acordo com os chineses.

O otimismo prevalece apesar de o Departamento de Justiça americano ter acusado ontem a gigante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei de roubar tecnologia e violar sanções comerciais.

Já o alumínio na LME tinha alta de 0,80% no horário indicado acima, a US$ 1.882,50 por tonelada, se recuperando depois de ficar pressionado ontem com a notícia de que o Tesouro dos EUA retirou o produtor russo de alumínio United Co. Rusal de sua lista de sanções.

Entre outros metais negociados no mercado inglês, o zinco aumentava 0,15%, a US$ 2.682,00 por tonelada, o estanho subia 0,46%, a US$ 20.710,00 por tonelada, o níquel ganhava 0,93%, a US$ 11.955,00 por tonelada, e o chumbo tinha valorização de 0,22%, a US$ 2.084,00 por tonelada. Com informações da Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade