1 evento ao vivo

Casamento de príncipe Harry e Meghan vai impulsionar economia britânica

3 jan 2018
10h02
atualizado às 10h05
  • separator
  • comentários

O casamento do príncipe Harry, do Reino Unido, com a atriz norte-americana Meghan Markle pode fornecer um estímulo de 500 milhões de libras para a economia britânica, com turistas visitando o país e britânicos comemorando, de acordo com uma estimativa.

Harry, quinto na linha sucessória ao trono britânico, se casará com Meghan no dia 19 de maio
Harry, quinto na linha sucessória ao trono britânico, se casará com Meghan no dia 19 de maio
Foto: EPA / Ansa

Harry, neto da rainha Elizabeth e quinto na linha sucessória ao trono britânico, se casará com Meghan no dia 19 de maio no Castelo de Windsor, palácio para reis e rainhas britânicas há quase mil anos.

De acordo com o Escritório Nacional para Estatísticas, o casamento do irmão mais velho de Harry, o príncipe William, com sua esposa Kate em abril de 2011 levou a um aumento de 350 mil visitantes ao Reino Unido quando comparado ao mesmo mês do ano anterior e a consultoria de avaliação de negócios Brand Finance previu um crescimento semelhante para maio.

No total, a consultoria estima que o casamento irá gerar cerca de 500 milhões de libras (680 milhões de dólares) para o país.

"Nós achamos que aproximadamente 200 milhões de libras virão do turismo, viagens, hotéis", disse o CEO da companhia, David Haigh, à Reuters.

Cerca de 150 milhões de libras serão gastos com a organização de festas e comemorações e 50 milhões de libras virão da compra de camisetas, chapéus e outros itens comemorativos, disse.

O casamento também valerá o equivalente a 100 milhões de libras em propaganda grátis para o Reino Unido por todo o mundo, acrescentou.

Veja também:

 

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade