0

Teste: Chevrolet Spin Activ7 aposta no estilo aventureiro

O monovolume da GM agrada pela versatilidade e pela capacidade para sete pessoas, mas decepciona em segurança e desempenho

3 out 2019
10h18
atualizado em 5/10/2019 às 07h58
  • separator
  • 0
  • comentários

O Chevrolet Spin disputa um segmento bastante escasso no Brasil.  Em sua faixa de preço com opção de sete lugares, o modelo concorre apenas com o Fiat Doblò, que tem perfil diferente e atende, na maioria das vezes, público frotista.

As lanternas são bipartidas e têm desenho horizontal.
As lanternas são bipartidas e têm desenho horizontal.
Foto: Divulgação

O Chevrolet Spin foi atualizado em 2018 e recebeu mudanças importantes no visual e na lista de equipamentos. Na parte externa, além da remoção do estepe da tampa do porta-malas (agora fica debaixo do assoalho), o novo design inclui: grade frontal remodelada, faróis com luzes diurnas de LED, lanternas bipartidas com desenho horizontal, para-choques redesenhados e novas rodas aro 16. A versão Activ, que tem perfil aventureiro, diferencia-se pelos estribos laterais, moldura nos para-lamas e rack de teto.

CHEVROLET SPIN ACTIV7 1.8

ITEM

CONCEITO

NOTA

(1 A 5)

Desempenho médio 2
Consumo bom 3
Segurança médio 2
Conectividade médio 2
Conforto bom 3
Pacote de série bom 3
Usabilidade bom 3
VEREDICTO BOM 2,6

O interior adota quadro de instrumentos similar ao do Chevrolet Tracker, porta-luvas que abre para cima e padronagem de acabamento característica da versão Activ. O acabamento mescla diferentes texturas e emprega apliques cromados em algumas partes, mas ainda utiliza muito plástico e transmite sensação de simplicidade.

Além de espaçoso, o Spin é bastante versátil. Os bancos da segunda fileira são facilmente rebatíveis, têm sistema deslizante e seis ajustes de declividade do encosto. Os passageiros da última fileira contam com ajuste de inclinação do encosto em três posições. Para sair do carro, podem rebater o banco direito da segunda fileira com relativa facilidade através de uma alça.

Um dos pontos críticos do Spin Activ7 é o motor 1.8 flex, que tem baixa potência para o tamanho do carro. São somente 111 cv para empurrar os 1.275 kg desta versão, o que prejudica o desempenho e o consumo de combustível. Em compensação, os ajustes da suspensão e da direção elétrica são competentes, permitindo conforto e estabilidade em curvas.

O painel de instrumentos é semelhante ao do Chevrolet Tracker.
O painel de instrumentos é semelhante ao do Chevrolet Tracker.
Foto: Divulgação

O modelo não vem equipado com borboletas atrás no volante. As trocas de marcha sequenciais só podem ser realizadas por meio de um botão na lateral da alavanca de câmbio, que não é nada prático. Faltam alguns itens de conforto e segurança importantes para a categoria de minivans como controles eletrônicos de tração e estabilidade, airbags laterais e de cortina, ajuste de profundidade da coluna de direção e sistema auxiliar de partida em rampa.

A lista de equipamentos de série do Spin Activ7 inclui itens como piloto automático com controles no volante, iluminação no porta-luvas, bancos de couro, sensor de chuva e crepuscular, Isofix, apoio de cabeça e cinto de três pontos para todos os passageiros, sensor de estacionamento traseiro, câmera de ré, alerta de pressão dos penus e sistema multimídia MyLink de 7’’ compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

O que é novo

  • O Chevrolet Spin Activ7 não tem nenhuma novidade significativa para a linha 2020. O visual e a lista de equipamentos ainda são os mesmos da reestilização de 2018.

O que nós gostamos

  • Suspensões.
  • Direção elétrica.
  • Versatilidade e espaço interno.
  • Tela multimídia de 7’’.

O que pode melhorar

  • Acabamento.
  • Desempenho.
  • Consumo.
  • Não há paddles shifts. 
  • Ergonomia.
  • Faltam alguns equipamentos de segurança, de conforto e de conectividade, apesar da tela de 7".
  • Não é possível acessar a terceira fileira pelo lado esquerdo do veículo.

Os números

  • Motor: 1.8 flex
  • Potência: 111 cv a 5.200 rpm (g/e)
  • Torque: 173 Nm  a 2.600 rpm (e)
  • Câmbio: 6 marchas AT
  • Comprimento: 4,624 m 
  • Largura: 1,764 m 
  • Altura:  1,686 m
  • Entre-eixos: 2,620 m
  • Peso: 1.275 kg
  • Pneus: 205/60 R16
  • Porta-malas: 162 litros (7 lugares) e 553 litros (5 lugares)
  • Tanque: 53 litros
  • 0-100 km/h: 11s3
  • Vel. máxima: 168 km/h
  • Consumo cidade: 10,3 km/l (g)
  • Consumo estrada: 12,0 km/l (g)
  • Emissão de CO2: 122 g/km
  • Modelo avaliado: 2020
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade