0

Novo Mercedes Sprinter tem assistente de frenagem

Utilitário da Mercedes-Benz traz detector de fadiga como equipamento exclusivo da categoria e outros itens de segurança

30 set 2019
16h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O utilitário da Mercedes-Benz ficou com a frente mais robusta.
O utilitário da Mercedes-Benz ficou com a frente mais robusta.
Foto: Divulgação

A nova linha Mercedes-Benz Sprinter foi apresentada em Curitiba com design remodelado, novos equipamentos de tecnologia e segurança, além de novidades mecânicas e de conforto. São três opções de carroceria: Van de Passageiro, Furgão ou Chassi, com as nomenclaturas 314 CDI Street, 416 CDI e 516 CDI. As configurações 314 CDI têm potência/torque de 143 cv/330 Nm, enquanto os modelos 416 CDI e 516 CDI têm 163 cv/357 Nm. A transmissão é a ZF 6S 480 de seis marchas, com indicador de trocas de marcha e trambulação interna. A versão 416 CDI possui peso bruto total de 4.100 kg, com aumento de 220 kg na capacidade de carga em relação ao atual (415 CDI).

Um dos principais destaques do novo Sprinter é a evolução nos equipamentos de segurança, que inclui assistente ativo de frenagem (ABA) e detector de fadiga (Attention Assist) para todas as versões, além de controles eletrônicos de tração (ASR) e estabilidade (ESP) e assistente de partida em rampa. Inédito no segmento, o ABA permite a detecção de pedestres e veículos a frente, estáticos ou em movimento. O sistema evita a colisão em velocidades entre 7km/h e 60 km/h, através de um sensor posicionado na dianteira do veículo.

Há também os exclusivos controle de carga adaptativo (LAC), que detecta a mudança do centro de gravidade e antecipa o funcionamento do ESP, controle de rolagem (ROM), que identifica a tendência de capotamento em manobras de baixa velocidade, além do sistema de intervenção de movimento de rolagem (RMI), que reconhece a possibilidade de capotamento durante movimentos evasivos em altas velocidades. Outra novidade é o assistente de vento lateral, que equilibra o movimento da carroceria pelo acionamento unilateral dos freios, mantendo o veículo na trajetória em velocidades de aproximadamente 80 km/h.

O interior ficou mais conectado para os usuários.
O interior ficou mais conectado para os usuários.
Foto: Divulgação

O novo Sprinter também está mais conectado. Um dos objetivos da Mercedes-Benz foi desenvolver um veículo com cockpit semelhante a de um automóvel, com melhorias na ergonomia e na comodidade a bordo. As centrais de luz são de LED e o tacógrafo foi reposicionado para a parte superior do teto, para deixar o visual do painel mais harmônico. As versões mais caras ganharam novo sistema multimídia touchscreen MBUX, com Android Auto e Apple CarPlay, comandos de voz e câmera de ré. Nos modelos com o MBUX, o volante é multifuncional, com controles do computador de bordo à esquerda e de áudio e Bluetooth à direita. 

Nas configurações de entrada, o sistema de áudio é mais simples, com funções básicas de Bluetooth e reprodução de mídia (através de uma entrada USB tipo C no console central). Nos modelos com o MBUX há uma entrada USB tipo C adicional no porta-objetos acima do painel, voltada para as funções de espelhamento de smartphones. No caso Sprinter Van de Passageiros, o itens de comodidade também se estendem aos ocupantes traseiros, com uma entrada USB tipo C em cada fileira de bancos. 

O visual da nova linha Sprinter ficou mais robusto com faróis menores e em posição mais alta, em linha com a nova identidade global de design da marca alemã. O novo conjunto óptico dianteiro possui DRL (luz diurna) para todos os modelos e versões. A traseira tem novas lanternas, com assinatura luminosa mais moderna e eficiente.

Em termos de conforto, o novo Sprinter traz como itens de série em todas as versões, sistema de partida por botão e direção elétrica progressiva (inédito na categoria), com ajustes mais precisos e menor diâmetro de giro em comparação com a de assistência hidráulica. O sistema de ar-condicionado ficou mais potente com distribuição de 23.885 BTUS na dianteira e 37.534 BTUs na traseira, o que equivale a um aumento de 9.000 BTUS em relação ao modelo atual. A chave tem visual similar ao de carros de passeio e possui comandos de abertura e fechamento das portas. 

Importada da Argentina, o novo Sprinter deverá chegar às concessionárias autorizadas brasileiras somente em 2020. Os preços serão revelados durante a estreia pública na Fenatran, que ocorrerá em São Paulo entre os dias 14 e 18 de outubro.

 

Veja também:

Honda Civic 1.5 turbo é um devorador de estrada
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade