PUBLICIDADE

Nissan terá SUV menor do que o Kicks no Brasil em 2022

Nissan Magnite substituirá o March e ficará abaixo do SUV Kicks; modelo faz sucesso na Índia e deve chegar ao Brasil em 2022

6 mai 2021 11h00
ver comentários
Publicidade
Nissan Magnite pode chegar ao Brasil em 2022.
Nissan Magnite pode chegar ao Brasil em 2022.
Foto: Nissan

Em breve, mais um SUV pode chegar ao mercado brasileiro. Trata-se do Nissan Magnite, que é um dos pioneiros do crescente segmento de SUVs subcompactos. O modelo foi apresentado na Índia no fim do ano passado e deve chegar ao Brasil até o ano que vem, ocupando o lugar do March.

Construído sobre a plataforma modular CMF-A+, o Nissan Magnite é menor do que o Nissan Kicks, mas um pouco maior do que o March. O mini-SUV mede 3,99 m de comprimento, 1,75 m de largura e 1,57 m de altura. O entre-eixos é de 2,5 m. A distância do solo é de 20,5 cm, e o porta-malas tem capacidade para 336 litros (690 com os bancos rebatidos). Já o peso varia de 939 kg a 1.039 kg, dependendo da configuração do modelo.

Por fora, o Magnite chama a atenção pelo design. Na dianteira, o modelo conta com faróis de led de design afilado, e traz uma grade com moldura prateada. Logo abaixo, o SUV traz luzes diurnas de led em formato de L e um aplique prateado na parte inferior do para-choque.

Nissan Magnite traz lanternas de led horizontais.
Nissan Magnite traz lanternas de led horizontais.
Foto: Nissan

Na lateral, o Nissan Magnite conta com apliques de plástico nos para-lamas e na parte inferior da carroceria. O modelo também traz linha de cintura ascendente e pode ter pintura em dois tons como opcional. Na traseira, as lanternas de led têm aspecto horizontal, e a tampa do porta-malas traz o nome do SUV escrito logo abaixo do logotipo da Nissan. A placa fica no para-choque, que traz um aplique prateado que simula um extrator.

Por dentro, o modelo traz um console com comandos voltados para o motorista, e o painel de instrumentos digital conta com tela de 7’’. A central multimídia é de 8’’ e tem suporte às funções Android Auto e Apple CarPlay sem fio. Dentre os itens da versão indiana, estão carregador de smartphones por indução, câmeras 360º, além de controles de tração e estabilidade.

Sob o capô, a versão indiana conta com duas opções de motor. Nas versões de entrada, o Nissan Magnite é equipado com um 1.0 três cilindros aspirado, que oferece 72 cv de potência e 96 Nm de torque. Nessa configuração, o câmbio é sempre um manual de cinco marchas. Já nas versões mais caras, o motor é um 1.0 turbo de 100 cv e 160 Nm de torque, que pode ser associado ao câmbio manual ou um automático do tipo CVT.

Interior do Nissan Magnite tem central multimídia de 8’’.
Interior do Nissan Magnite tem central multimídia de 8’’.
Foto: Nissan

No mercado indiano, o Nissan Magnite já acumulou mais de 50 mil pedidos em poucos meses de mercado, segundo o site Autocar India. No Brasil, o modelo seria uma opção interessante para substituir o March nacional, que saiu de linha em setembro do ano passado.

Por enquanto, a vinda do modelo ainda não foi confirmada oficialmente pela Nissan. No entanto, rumores indicam que o SUV será produzido em São José dos Pinhais (PR), na fábrica que a montadora japonesa mantém junto com a parceira Renault. Caso o Magnite seja confirmado para o Brasil, ele deve chegar ao país já em 2022.

Novo Nissan Kicks 2022 dá um salto de qualidade:

 

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade