1 evento ao vivo

Nissan Altima cria sensação de oásis em meio ao caos do trânsito

Sedã de grande porte da Nissan tem isolamento acústico, câmbio sem trancos e série de funcionalidades que melhoram a experiência de dirigir

11 fev 2014
08h16
atualizado às 08h21
  • separator
  • 0
  • comentários

É difícil encontrar momentos de tranquilidade quando se está parado no trânsito de qualquer cidade grande brasileira por períodos que superam a casa dos minutos e entram na das horas. Mas essa é uma das sensações que o sedã de grande porte da Nissan, o Altima, consegue proporcionar. Seja pelo isolamento acústico, pelo câmbio sem trancos ou pela suspensão acertada o modelo japonês - que na verdade é importado dos Estados Unidos - consegue proporcionar uma experiência confortável ao motorista e passageiros mesmo em situações em que o último pensamento dos ocupantes é aproveitar a experiência.

As posições do motorista e passageiro da frente são confortáveis e, segundo a Nissan, não por acaso. A fabricante diz que os bancos que ganharam até nome próprio (Zero-gravity) foram desenvolvidos depois de pesquisas a fim de deixar uma postura mais relaxada e natural. Funcionou, tanto em horas parado no trânsito da cidade, quanto em percurso de longas retas ou curvas íngremes na estrada.

Se os bancos são "zero-gravity", o câmbio automático CVT (Continuosly Variable Transmission) é "zero tranco". Os ocupantes não notam as variações da transmissão, mesmo em mudanças bruscas de aceleração. A Nissan afirma que as melhorias em seu CVT fizeram com que essa geração do Altima ficasse 15% mais econômica do que a anterior. Segundo medição do Inmetro, o carro faz 10 km/l de gasolina na cidade - o mais econômico de todos os modelos testados pelo instituto com propulsor acima de 2.0 l (o Altima é equipado com 2.5 l de 16 válvulas). Nos testes realizados pelo Terra, o modelo manteve consumo perto dessa média na cidade e chegou a bater médias acima de 15 km/l na estrada - consumo médio digno de carros muito mais leves e com motores bem menores.

A dobradinha câmbio CVT e motor à gasolina 2.5 l e que gera até 182 cavalos de potência resultam em um veículo ágil para o seu tamanho, sem dificuldade em retomadas e trabalhando em incríveis 1,7 mil giros a velocidade de 120 km/h. 

Por falar em altas velocidades, agregando a suspensão a esse conjunto, para os ocupantes estar a 20 km/h ou 120 km/h a diferença é imperceptível. Em curvas de alta velocidade o Altima se mostrou estável, assim como em freadas bruscas.

<a data-cke-saved-href="http://economia.terra.com.br/infograficos/carro-mais-economico/" href="http://economia.terra.com.br/infograficos/carro-mais-economico/">Qual o carro mais econômico do Brasil</a>

Ainda sobre a vida dentro do veículo, comandos à mão, computador de bordo, GPS integrado em tela de 7 polegadas, espaço suficiente para até quatro passageiros no banco de trás, câmera de ré, sistema de monitoramento de pontos cegos, alerta para mudança de pista, acabamento com bancos e volante forrados em couro, ar-condicionado com controle de duas diferentes zonas e saída para o banco traseiro, e compartimentos de sobra no console central cumprem com todas as expectativas do comprador de um sedã de grande porte como o Altima.

Em relação aos concorrentes, o Altima ainda tem uma vantegem: o preço. O carro (que tem apenas uma versão à venda no Brasil, a SL) é vendido por R$ 99.800 contra R$ 112,9 mil do Ford Fusion com mesma proposta (o Titanium), R$ 107 mil do Hyundai Sonata, R$ 107,9 mil do Kia Optima, R$ 109,9 mil do Peugeot 508 e R$ 114,5 mil do Volkswagen Passat. Além disso, a Nissan promete revisões com preço fixo que partem de R$ 399 para a dos 10 mil km e chegam a R$ 759 nos 60 mil km.

Ficha técnica
Preço: R$ 99.800
Motor: 2.5 l à gasolina
Potência: 182 cavalos
Velocidade máxima: 210 km/h
Aceleração de zero a 100 km/h: não disponível
Consumo: 10 km/l (na cidade)
Comprimento: 4m86
Largura: 1m83
Altura: 1m47
Distância entre-eixos: 2m77
Capacidade do porta malas: 436 l
Transmissão: automática CVT
Itens de série: ar-condicionado com controle de temperatura em duas zonas e saídas para o banco traseiro, direção eletro-hidráulica, coluna de direção com regulagem de altura, acendimento automático dos faróis, bancos e volante revestidos em couro, aquecimento dos bancos dianteiros, acionamentod o motor por botão, GPS integrado com tela de 7 polegadas, teto solar com acionamento elétrico, acionamento do rádio, computador de bordo, e áudio por botões no volante, controles de estabilidade e tração, monitoramento de pontos cegos, detetor de onjetos em movimento e sistema de alerta de mudança de faixa.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade