PUBLICIDADE

Jato supersônico sem janelas deve atingir 2.200 km/h

No lugar das janelas, a Spike Aerospace instalará telas que reproduzirão em tempo real as imagens de fora

19 fev 2014 08h11
ver comentários
Publicidade

A Spike Aerospace anunciou nesta semana que o projeto de jato supersônico S-512 não terá janelas. Segundo a empresa, a ausência de janelas na superfície externa reduzirá peso, arrasto e ainda melhorará a segurança do avião, que será capaz de atingir 2.200 km/h – os aviões particulares e comerciais alcançam atualmente cerca de 950 km/h.

No lugar das janelas, a fabricante irá instalar telas que reproduzirão em tempo real as imagens de fora, captadas por microcâmeras, ou então exibirão paisagens pré-programadas. A Spike decidiu adotar as telas internas porque possíveis compradores ficaram preocupados com a sensação de claustrofobia no jato sem janelas. 

A Spike Aerospace espera lançar o primeiro jato particular supersônico da história em dezembro de 2018. O custo de cada aeronave é estimado em US$ 80 milhões. O avião será pouco mais rápido que o Concorde, que marcou história entre as décadas de 1970 e 2000, com viagens transatlânticas com velocidades de até 2.172 km/h.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/economia/infograficos/embraer-lineage/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/economia/infograficos/embraer-lineage/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade