0

Começa pagamento do IPVA 2020, com seguro obrigatório

Datas de pagamento do IPVA 2020 seguem dígito final da placa e imposto pode ser pago com desconto

9 jan 2020
08h48
atualizado às 08h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Começa nesta quinta-feira (9) o calendário para pagamento do IPVA 2020 no estado de São Paulo. A data (09/01) vale para carros com placa final 1 e, se quitado nesta quinta, há desconto de 3% no pagamento à vista. Caso o proprietário do veículo não possa pagar o imposto por inteiro agora, há duas opções: parcelar ou pagar a cota integral em fevereiro.

Rodovia dos Imigrantes
Rodovia dos Imigrantes
Foto: Ecovias/ Divulgação / Estadão Conteúdo

No caso do parcelamento, a divisão é em até três vezes, com a primeira paga também nesta quinta-feira, para carros com placa final 1. Os carros com placas final 2 em diante têm datas específicas de pagamento nos próximos dias. Veja na tabela abaixo e no site da Secretaria da Fazenda os detalhes para o pagamento.

Regulamentação

Em São Paulo, o IPVA é regido pela lei nº 13.296, de 23 de dezembro de 2008. O artigo 5º da lei determina que o responsável pelo pagamento do imposto é o proprietário do veículo. Seja pessoa física, jurídica, loja ou leiloeiro, se o veículo estiver em posse de uma dessas empresas.

No caso de veículos usados, o valor do IPVA 2020 em São Paulo é calculado a partir do preço médio divulgado pela Secretaria da Fazenda. A tabela é elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

IPVA 2020 varia de acordo com a categoria

A alíquota do IPVA 2020 é aplicada sobre a base de cálculo atribuída ao veículo. E varia conforme a categoria: carga, transporte de passageiros, picapes e motocicletas, por exemplo.

O menor imposto é para veículos de carga, como caminhões. Nesse caso, o IPVA 2020 em São Paulo é de 1,5% sobre o valor venal.

A faixa seguinte, de 2%, abrange quatro categorias diferentes. São elas: ônibus e micro-ônibus; caminhonetes de cabine simples; motocicletas, ciclomotores, motonetas, triciclos e quadriciclos;

máquinas de terraplenagem, empilhadeiras, guindastes, locomotivas, tratores e similares.

Para veículos com motores a etanol, gás natural veicular (GNV), e eletricidade, ?ainda que combinados entre si? (híbridos), o imposto é de 3%. Donos de modelos elétricos e híbridos registrados na capital podem reaver 50% do valor pago de IPVA.

A taxa mais alta, de 4%, é fixada para a maioria dos veículos. É o caso de carros com motor flexível ? utilizam etanol, gasolina e/ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção.

Licenciamento anual

O licenciamento tem calendário diferente do IPVA 2020 no estado de São Paulo. Também regido pelo final da placa, os pagamentos começam em abril. No entanto, o proprietário pode antecipar o pagamento e fazê-lo entre janeiro e março. Em 2020, a taxa é de R$ 93,87 e há taxa de R$ 11 para envio do documento pelos Correios no caso do licenciamento antecipado.

O licenciamento só pode ser feito após o pagamento integral do IPVA. Portanto, ao longo de janeiro para quem pagar em cota única com desconto, fevereiro para cota única sem desconto, ou em março ao fim do parcelamento. Veja todos os detalhes no site do Detran-SP.

Seguro DPVAT

O seguro obrigatório está mantido para 2020 após o Superior Tribunal Federal derrubar a medida provisória que suspendia o seguro. A proposta do fim do DPVAT foi feita pela Presidência da República em novembro, mas foi rejeitada pelo STF. O seguro custa R$ 16,21 para carros de passeio e R$ 84,58 para motocicletas.

Veja também:

Expectativa pela quebra do silêncio de Carlos Ghosn

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade