1 evento ao vivo

Índices fecham em leve alta, após Trump dizer que acordo EUA-China está próximo

25 fev 2019
18h20
atualizado às 19h47
  • separator
  • comentários

Os principais índices das bolsas de Nova York terminaram esta segunda-feira em leve alta, após o presidente dos EUA, Donald Trump, dizer que adiará o aumento planejado nas tarifas sobre as importações chinesas e que os dois países estão próximos de um acordo comercial.

REUTERS/Brendan Mcdermid
REUTERS/Brendan Mcdermid
Foto: Reuters

O Dow Jones subiu 0,23 por cento, para 26.091 pontos. O S&P 500 ganhou 0,12 por cento, para 2.796 pontos. O Nasdaq teve alta de 0,36 por cento, para 7.554 pontos.

O adiamento do prazo para aumento das tarifas foi visto como o sinal mais claro, mas os dois países estavam fechando um acordo para acabar com uma longa disputa comercial, que desacelerou o crescimento global e atingiu os mercados.

Mas os ganhos foram limitados após semanas de alta do S&P 500, do Dow Jones e do Nasdaq, em parte devido ao otimismo comercial e a sinais dovish do Federal Reserve.

"Muitas das boas notícias relacionadas ao comércio estão precificadas neste momento", disse R.J. Grant, chefe de negociação da Keefe, Bruyette & Woods em Nova York.

O S&P 500 encerrou 4,9 por cento abaixo do recorde de alta do fechamento do mês de setembro.

Os investidores também estão ansiosos para uma aparição do presidente do Fed, Jerome Powell, diante de um comitê do Senado norte-americano na terça-feira.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade