PUBLICIDADE

Bolsas de NY fecham em queda com realização de lucros e baixa liquidez no mercado

30 dez 2019 19h35
ver comentários
Publicidade

As bolsas de Nova York encerraram o pregão desta segunda-feira em baixa, com realização de lucros após terem renovado sucessivos recordes de fechamento na semana passada e em meio à baixa liquidez no mercado antes do feriado de Ano Novo. Dados da economia americana e o comércio, por sua vez, ficaram apenas no radar dos investidores

O índice Dow Jones recuou 0,64%, a 28.462,14 pontos, o S&P 500 caiu 0,58%, a 3.221,30 pontos, e o Nasdaq fechou em queda de 0,67%, a 8.945,99 pontos, após ter ultrapassado a marca dos nove mil pontos na semana anterior. No ano, os índices acionários americanos registram ganhos que variam de 20% a 35%.

Pela manhã, os índices futuros apontavam alta nas bolsas, mas a abertura em Wall Street já foi em território negativo, apesar de notícias de avanços nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China.

Nesta tarde, o diretor do Conselho Nacional de Comércio da Casa Branca, Peter Navarro, sinalizou à Fox News que a chamada "fase 1" do acordo comercial entre Washington Pequim pode ser assinado na próxima semana. Antes, o jornal South China Morning Post havia informado, com base em relatos de fontes, que o vice-premiê da China deve ir aos EUA no sábado com uma delegação do país asiático e permanecerá "alguns dias" em solo americano.

A divulgação de indicadores da economia americana tampouco influenciou os índices acionários hoje. O índice de atividade da indústria dos EUA, elaborado pelo Instituto para Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês) de Chicago, por exemplo, avançou de 46,3 em novembro para 48,9 em dezembro, ante previsão de alta a 47,4. Segundo analistas do Brown Brothers Harriman (BBH), "a economia dos EUA ainda está melhor do que o previsto no quarto trimestre".

O subíndice do setor de comunicação do S&P 500 liderou as perdas (-1,02%), seguido pelo do setor de consumo discricionário (-0,72%) e pelo do setor de saúde (-0,66%).

Entre as ações importantes negociadas em Wall Street, o Facebook recuou 1,77%, a Amazon caiu 1,23% e o Goldman Sachs registrou perdas de 0,37%.

Estadão
Publicidade
Publicidade