PUBLICIDADE

Bolsas de NY fecham em baixa, com pressão por notícia de elevação de imposto

22 abr 2021
0comentários
Publicidade

As bolsas de Nova York fecharam em queda. Além de um movimento aparente de realização de lucros após ganhos recentes, no início do pregão, as ações foram pressionadas pela notícia de uma potencial elevação de impostos sobre ganhos de capital nos Estados Unidos.

O índice Dow Jones fechou em baixa de 0,94%, em 33.815,90 pontos, o S&P 500 recuou 0,92%, a 4.134,98 pontos, e o Nasdaq caiu 0,94%, a 13.818,41 pontos.

Antes da abertura, os índices futuros ganharam fôlego, após um dado positivo de auxílio-desemprego nos Estados Unidos, que tiveram queda de 39 mil na última semana, a 547 mil, ante previsão de 603 mil dos analistas. O início dos negócios, porém, foi negativo, com aparente realização de lucros após os ganhos do pregão anterior.

Resultados corporativos seguiam em foco. AT&T subiu 4,15%, após balanço que agradou investidores. American Airlines chegou a subir após balanço, mas perdeu fôlego durante o dia e recuou 4,47%.

Mas os mercados pioraram após a notícia de que o presidente dos EUA, Joe Biden, pretenderia impor impostos mais altos sobre ganhos de capital para os mais ricos no país. A novidade foi acompanhada por mínimas nas bolsas e o sinal negativo se manteve ao longo do pregão.

Entre os setores, o de energia esteve entre as maiores baixas, em dia de cúpula sobre o clima organizada pelos EUA, em formato virtual.

Os setores de tecnologia e financeiro também sofreram algumas das maiores quedas. Entre algumas ações importantes, Apple recuou 1,17% e Microsoft, 1,31%, enquanto JPMorgan cedeu 2,11% e Goldman Sachs, 1,32%.

Estadão
Publicidade
Publicidade