0

Bolsas asiáticas fecham majoritariamente em alta com novos estímulos de Pequim

9 abr 2019
06h40
  • separator
  • comentários

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta terça-feira, em meio a novas medidas da China para estimular sua economia, mas os ganhos foram limitados por preocupações com a iminente temporada de balanços nos EUA e sobre o Brexit, como é conhecido o processo para que o Reino Unido se retire da União Europeia.

Pequim revelou ontem planos de relaxar restrições para o setor imobiliário em várias cidades chinesas menores e de ampliar gastos em infraestrutura. Embora o índice Xangai Composto tenha caído 0,16% hoje, a 3.239,66 pontos, papéis de imobiliárias se destacaram, caso da Vanke, que saltou 6,15%, atingindo o maior nível em um ano. Já o Shenzhen Composto avançou 0,72%, 1.783,01 pontos, ficando perto da máxima do dia.

No fim de semana, a China também havia prometido manter a política de reduzir compulsórios bancários direcionados de forma a estimular financiamentos para pequenas e médias empresas, que são cruciais para o crescimento da segunda maior economia do mundo.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei teve alta de 0,19% hoje em Tóquio, a 21.802,59 pontos, enquanto o Hang Seng subiu 0,27% em Hong Kong, a 30.157,49 pontos, o sul-coreano Kospi registrou ganho de 0,13% em Seul, a 2.213.56 pontos, e o Taiex avançou 0,47% em Taiwan, a 10.851,60 pontos.

Apesar do viés positivo na Ásia, investidores estão preocupados com a nova safra de balanços dos EUA, que, segundo analistas, deverá mostrar a primeira piora nos resultados desde 2016. Dois grandes bancos americanos, JPMorgan e Wells Fargo, divulgam os números do primeiro trimestre na sexta-feira (12).

Além disso, continuam as incertezas sobre o Brexit. Na semana passada, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, pediu novo adiamento do divórcio com a UE, desta vez para até 30 de junho. O Brexit, que originalmente deveria ter sido implementado em 29 de março, já havia sido postergado uma vez para o próximo dia 12.

Na Austrália, a bolsa australiana ficou praticamente estável, com alta marginal de 0,01% do S&P/ASX 200 em Sydney, a 6.221,80 pontos, graças ao bom desempenho de ações de petrolíferas. Com informações da Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade