8 eventos ao vivo

Bolsas asiáticas fecham em alta moderada após PIB e outros dados da China

21 jan 2019
06h26
  • separator
  • 0
  • comentários

As bolsas asiáticas fecharam em alta moderada nesta segunda-feira, após a divulgação uma série de indicadores econômicos da China que atenderam ou superaram as expectativas, incluindo o Produto Interno Bruto (PIB).

No quarto trimestre, o PIB chinês teve expansão anual de 6,4%, menor que o ganho de 6,5% observado no trimestre anterior, mas em linha com a projeção de analistas. Em todo o ano de 2018, a economia da China cresceu 6,6%, menos do que em 2017 (6,8%), mas satisfazendo a meta de Pequim (em torno de 6,5%).

Já os números chineses de produção industrial e de vendas no varejo de dezembro vieram acima do esperado, com ganhos anuais de 5,7% e 8,2%, respectivamente.

Os mercados da China continental lideraram a valorização na Ásia hoje, embora tenham perdido um pouco do ímpeto nos negócios da tarde. O Xangai Composto subiu 0,56%, a 2.610,51 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,61%, a 1.330,17 pontos.

Em outras partes da região asiática, o japonês Nikkei teve alta de 0,26% em Tóquio, a 20.719,33 pontos, o Taiex subiu 0,54% em Taiwan, a 9.889,40 pontos, e o sul-coreano Kospi exibiu ganho apenas marginal em Kospi, de 0,02%, a 2.124,61 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng avançava 0,30% pouco antes do encerramento do pregão.

Ainda que não tenham surpreendido negativamente, os dados do PIB da China mostraram como a segunda maior economia do mundo está em processo de desaceleração, em especial num momento em que tenta superar divergências comerciais com os Estados Unidos, reforçando a necessidade de que Pequim continue adotando medidas de estímulos.

No sábado (19), o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que Washington tem avançado nas negociações comerciais com a China, mas negou que estivesse considerando suspender tarifas sobre produtos chineses, como chegou a ser negociado na semana passada.

Além disso, investidores na Ásia e em outras partes do mundo estão atentos aos desdobramentos do "Brexit", como é conhecido o processo para a retirada do Reino Unido da União Europeia. A primeira-ministra britânica, Theresa May, apresenta hoje no Parlamento um "plano B" para o Brexit. Há quase uma semana, May teve sua proposta original de Brexit - fechada com líderes da UE - rejeitada pela grande maioria dos parlamentares.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pela quinta sessão consecutiva e renovou máxima em dois meses, com alta de 0,18% do S&P/ASX 200 em Sydney, a 5.890,40 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade