PUBLICIDADE

Black Friday: ações que farão a diferença pro empreendedor

Empresas contribuem com dicas para transformar o evento de 2021 em uma ação satisfatória pra quem vende e pra quem compra.

12 nov 2021 07h00
ver comentários
Publicidade
Para que os consumidores de fato finalizem a compra, alguns processos fazem a diferença na Black Friday
Para que os consumidores de fato finalizem a compra, alguns processos fazem a diferença na Black Friday
Foto: Preis King / Pixabay

A chegada da Black Friday, que acontece dia 26 de novembro, chama atenção devido aos descontos atrativos e alta procura por produtos e serviços. Com o aumento da demanda, muitas empresas se planejam para que os usuários já tenham em vista o que será ofertado durante o mês ou até mesmo no dia. 

De acordo com dados da pesquisa da Knewin, maior PRTech da América Latina, o assunto Black Friday teve um aumento de repercussão do assunto na imprensa de cerca de 22,7%, quando comparado ao mesmo período do ano passado.

As buscas por palavras-chave do setor de eletroeletrônicos aumentou 8,9% e no segmento de vestuário cerca de 22,26%, segundo dados da pesquisa. Porém, para que os consumidores de fato finalizem a compra, alguns processos fazem a diferença e os quesitos importantes se relacionam ao frete reduzido ou grátis, produto bem avaliado, ponto de retirada e os métodos de pagamento facilitados.

Além das tradicionais estratégias de remarketing com e-mails de desconto, cupons exclusivos e brindes especiais, especialistas listam alguns pontos que podem garantir uma melhor experiência para o consumidor na data e no pós. Confira abaixo algumas dicas que podem alavancar as vendas.

Live Commerce para vender mais

Investir em interação via vídeo com os consumidores fará com que o atendimento seja mais humanizado e aumente a conversão de vendas. Com a pandemia, a transformação digital acelerou e com ela veio a atualização e modernização da plataforma de vendas e dessa forma, o Live Commerce ganhou espaço por ser um recurso que permite às marcas, com o auxílio através da tecnologia, para realizar transmissões ao vivo com o objetivo de demonstrar um produto ou serviço apto para comercialização. 

Esse novo modelo de compras tem sido um chamariz para muitos usuários e a Alive, plataforma white-label de Live Commerce, acredita que o futuro das compras online estão nesse mercado. De acordo com o Gabriel Reginatto, co-fundador da Alive, “os consumidores que acompanham as lives escolhem seus produtos de uma maneira simples e conseguem finalizar em um único lugar, sem a necessidade de precisar interromper a experiência”.

Oferecer qualidade ao consumidor

As exigências aumentaram e os clientes buscam por processos qualificados e seguros. Para ter sucesso com as vendas nessa Black Friday, Luiz Pavão, VP e co-founder da Infracommerce, ecossistema digital white label para marcas e indústrias globais, explica que colocar o cliente como centro das atenções irá transformar o negócio. 

Otimizar as soluções digitais para que as empresas e as marcas possam proporcionar experiência de compra diferenciada faz com que haja a fidelização do cliente com a empresa. Além disso, é preciso investir em processos logísticos para que determinados produtos cheguem até o usuário de maneira rápida, barata e eficaz. 

“Os consumidores estão bastante exigentes e querem ter seus produtos em mãos o quanto antes, mas para que essa entrega aconteça, todas as áreas precisam estar funcionando de maneira integrada. Cabe a nós atendê-los da melhor forma, mantendo a mesma excelência no serviço, com um prazo menor e baixo custo”, explica Luiz Pavão, Vice-Presidente B2C da Infracommerce.

Investir em um e-commerce pode ser alternativa

Aos varejistas que buscam vender mais nessa Black Friday será preciso integrar sua loja aos grandes marketplaces. O Olist, ecossistema de soluções para vendas online, lançou sua campanha para a Best Friday com diversas ações para ajudar os lojistas a se prepararem de forma mais assertiva visando a melhor sexta-feira do ano. 

A startup, que possui vitrines nos principais marketplaces por meio do seu produto Olist Store, otimiza o processo de pesquisa dos produtos anunciados pela plataforma, promovendo uma experiência de compra inteligente de ponta a ponta aos clientes.

Preparar e adequar a logística para a alta demanda

Para se ter o sucesso completo nesse período, a Black Friday e a logística têm que andar juntas. Este é um momento em que a demanda e a operação se tornam ainda maiores. Por isso, um dos principais desafios é se adequar. A boa logística ditará o real sucesso da sua entrega, pois, atualmente, esse é um dos principais critérios que os clientes utilizam para avaliar suas experiências de compra. 

Uma entrega com rapidez, cumprindo o prazo prometido e o bom estado do produto, é o primeiro passo para a fidelização e recompra desse cliente. Pensando nisso, a Cobli, logtech de gestão de frotas que utiliza Internet das Coisas (IoT) e inteligência de dados, trabalha com os principais e-commerces, oferecendo soluções tecnológicas que aumentam a eficiência logística em trajetos urbanos e garantindo a chegada do produto com segurança. 

Na pandemia, as pessoas começaram a fazer muito mais compras online, aprenderam o que é uma boa entrega e a nossa expectativa de qualidade subiu. Hoje, as melhores empresas do e-commerce, estão superando as expectativas na logística, com entregas cada vez mais rápidas, compartilhamento de informação em tempo real e tecnologia de ponta, para estreitar a relação de confiança entre marca e consumidor final e trazer seus clientes de volta muito mais vezes” diz Rodrigo Mourad, presidente e co-fundador da Cobli.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade