PUBLICIDADE

BC lança LIFT Challenge que deverá avaliar casos de uso do Real Digital

30 nov 2021 17h27
ver comentários
Publicidade

O Banco Central informou nesta terça-feira, 30, o lançamento do LIFT Challenge Real Digital, uma edição especial Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas de Desafio do Real Digital. O objetivo é avaliar casos de uso de uma moeda digital emitida pelo BC, o Real Digital, bem como sua viabilidade tecnológica. A nova versão do laboratório foi lançada pelo presidente Roberto Campos Neto, durante webinário da série promovida pelo BC para discutir a potencial criação de uma moeda digital.

Mais cedo, durante o evento, Campos Neto tinha anunciado que o BC faria uma chamada a mercado para desenvolver produtos ligados à Moeda Digital do Banco Central (CBDC, na sigla em inglês), que no Brasil deve se chamar Real Digital. "Para avançar com segurança é necessário fazer testes", disse o presidente hoje.

Em nota divulgada há pouco, o BC informa que o LIFT Challenge Real Digital será configurado como um ambiente colaborativo virtual, reunindo um público de instituições de pagamento, bancos, fintechs e empresas de tecnologia. "Realizados pela Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac), em parceria com o Banco Central, esses desafios agrupam participantes do mercado interessados em desenvolver um produto minimamente viável (MVP do inglês minimum viable product) para o desenvolvimento de soluções inovadoras que beneficiem a população e o funcionamento do Sistema Financeiro", diz a nota.

Poderão participar da iniciativa, além dos proponentes de projetos, fornecedores de soluções tecnológicas, na condição de parceiros de projetos, agentes de academia, que desejem acompanhar e avaliar projetos através de tutorias, consultorias e orientações por meio de acordos específicos com os proponentes de projetos.

Segundo o BC, será dada preferência para a seleção de projetos sobre as seguintes categorias de casos de uso em ambiente online: Entrega contra Pagamento (DvP da expressão em inglês delivery versus payment) voltado à liquidação de transações com ativos digitais, tanto nativos do ambiente digital quanto tokenizados; Pagamento contra Pagamento (PvP da expressão em inglês payment versus payment) voltado ao câmbio entre moedas; Internet das coisas (IoT da expressão em inglês internet of things) voltado à liquidação algorítmica ou diretamente entre máquinas; Finanças descentralizadas (DeFi da expressão em inglês decentralized finance) voltado à definição de protocolos com liquidação baseada em uma CBDC e tendo em vista requisitos de conformidade e supervisão estabelecidos em norma.

Contato: sandra.manfrini@estadao.com

Estadão
Publicidade
Publicidade