0

Barclays reduz projeção de preço do petróleo em 2019 e 2020 por receio sobre demanda

18 jul 2019
10h22
  • separator
  • 0
  • comentários

O Barclays reduziu nesta quinta-feira suas previsões de preço para o petróleo no segundo semestre deste ano e em 2020, dizendo que espera um crescimento mais lento da demanda devido a um cenário macroeconômico global mais fraco do que o esperado.

O banco reduziu as projeções para o Brent e o petróleo dos EUA em 2019 em 2 dólares, para 69 dólares por barril e 61 dólares por barril, respectivamente. Também cortou sua previsão de 2020 para o Brent em 6 dólares, para 69 dólares, enquanto para o WTI houve corte de 5 dólares, para 62 dólares por barril.

O crescimento do consumo deve desacelerar em 2019 para alta de pouco mais de 1 milhão de barris por dia na comparação anual, já que "o protecionismo crescente em meio à desaceleração global da indústria" pesa significativamente sobre a demanda neste ano, disse o banco em nota.

"No entanto, acreditamos que as preocupações com um excesso de oferta são excessivas e as principais tendências em relação aos estoques de petróleo nos EUA e no mundo seguem favoráveis", disseram analistas do banco, acrescentando que "o mercado está subestimando a demanda e superestimando o crescimento da oferta aos atuais níveis de preços".

Os preços do petróleo operam praticamente estáveis nesta quinta-feira, depois de queda na sessão anterior, quando dados oficiais mostraram que os estoques de produtos como a gasolina nos EUA subiram acentuadamente na semana passada, sugerindo fraca demanda em um período em que tradicionalmente há maior uso do combustível no país.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade