0

Azul espera subarrendar jatos da Embraer para aérea ligada a seu fundador

28 jan 2020
12h32
atualizado às 13h41
  • separator
  • 0
  • comentários

A Azul anunciou nesta terça-feira que assinou contratos preliminares para subarrendar toda a sua frota da aeronave Embraer E195, com mais da metade indo para uma companhia aérea ligada ao fundador David Neeleman.

David Neeleman, fundador da Azul, ao lado de um jato Embraer E195-E2 nas instalações da fabricante de aeronaves em São Jose dos Campos (SP) 
12/09/2019
REUTERS/Roosevelt Cassio
David Neeleman, fundador da Azul, ao lado de um jato Embraer E195-E2 nas instalações da fabricante de aeronaves em São Jose dos Campos (SP) 12/09/2019 REUTERS/Roosevelt Cassio
Foto: Reuters

Neeleman, fundador da Azul, da JetBlue e de uma startup chamada Breeze Aviation nos Estados Unidos, receberá até 28 aeronaves Embraer E195, sujeitas a determinadas aprovações, disse a Azul.

Uma companhia aérea polonesa chamada LOT subarrendará as aeronaves restantes, sujeita a certas confirmações.

A Azul possui um total de 53 aviões Embraer E195.

Os acordos foram uma boa notícia para a Azul, que está tentando se livrar de seus aviões mais antigos da Embraer, conforme passa a utilizar uma nova geração de jatos com maior eficiência de combustível.

As ações da empresa subiam cerca de 6% na manhã desta terça-feira.

A Azul e a LOT já assinaram uma carta de intenção de subarrendar 18 aeronaves e, provisoriamente, outros 14 aviões sujeitos à aprovação da LOT, de acordo com um documento de valores mobiliários.

A Breeze deverá subarrendar até 28 aviões sujeitos à aprovação dos acionistas da Azul, informou o documento.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade