PUBLICIDADE

Autoridades do Fed veem apenas um corte na taxa de juros este ano e quatro em 2025

12 jun 2024 - 15h21
Compartilhar
Exibir comentários

Os membros do Federal Reserve acreditam que cortarão a taxa de juros dos Estados Unidos apenas uma vez este ano, duas a menos do que pensavam em março, já que a inflação se aproxima de sua meta de 2% mais lentamente do que esperavam.

Isso de acordo com a mediana das novas projeções econômicas publicadas nesta quarta-feira pelo banco central dos EUA ao final de sua reunião de 11 e 12 de junho, juntamente com a decisão amplamente esperada de manter a taxa de juros na faixa de 5,25% a 5,5%.

Até o final de 2025, as autoridades preveem uma taxa de 4,1%, de acordo com a mediana de suas projeções, o que implica em quatro cortes adicionais de 0,25 de ponto percentual no próximo ano.

Em março, a última vez que o Fed divulgou projeções trimestrais, a maioria de seus membros previu pelo menos três cortes de 0,25 ponto nos juros em 2024 e também em 2025. Isso teria colocado a taxa de juros na faixa de 3,75% a 4% até o final do próximo ano.

Uma série de leituras de inflação mais fortes do que o esperado neste ano forçou os membros do Fed a recalibrarem suas estimativas, apontando um início mais lento para os cortes nos juros diante de uma economia que se mostra mais resiliente do que o esperado aos altos custos dos empréstimos.

Não ficou imediatamente claro como os dados divulgados nesta quarta-feira, mostrando que não houve aumento nos preços ao consumidor em maio em relação a abril, podem ter influenciado suas previsões.

O Fed vem mantendo sua taxa de juros na faixa atual desde julho do ano passado, em uma tentativa de conter a inflação alta sem prejudicar o mercado de trabalho.

Quatro autoridades acreditam que o Fed não deve cortar os juros este ano, segundo as novas projeções. Há três meses, apenas dois pensavam assim.

Enquanto isso, sete acreditam que um único corte será apropriado até o final do ano, em comparação com oito que acreditam que serão necessários dois cortes.

INFLAÇÃO

Os membros do Fed estão agora calculando uma taxa de inflação de 2,6% para o quarto trimestre, com base na variação anual do índice de preços PCE, cuja meta é de 2%.

Isso é um pouco mais alto do que os 2,4% vistos em março, de acordo com as projeções, mesmo com a expectativa de manter os custos dos empréstimos mais altos por mais tempo. O índice PCE teve alta de 2,7% em cada um dos últimos dois meses.

O núcleo do PCE - que exclui o custo de alimentos e energia e que o Fed usa para avaliar as pressões subjacentes dos preços - deverá subir 2,8% no quarto trimestre de 2024 e 2,3% no quarto trimestre de 2025, de acordo com a mediana das projeções. Em março as estimativas eram respectivamente de 2,6% e 2,2%.

As projeções econômicas sugerem que os membros do Fed continuam a esperar o chamado "pouso suave", em que a economia desacelera e a inflação cai sem um aumento no desemprego.

As autoridades veem a taxa de desemprego, atualmente em 4%, aumentando para terminar 2025 em 4,2%, acima dos 4,1% previstos em março.

Eles deixaram suas previsões para o crescimento econômico dos EUA inalteradas, em 2,1% este ano e 2,0% no próximo ano.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade