PUBLICIDADE

Arrendamento de terminal de GNL da Petrobras na Bahia segue para fase de homologação

24 set 2021 20h18
ver comentários
Publicidade

O processo de arrendamento do Terminal de Regaseificação de GNL da Bahia (TR-BA) da Petrobras para a Excelerate Energy seguiu para a fase de homologação, após ter sido encerrada a etapa para recursos, informou a petroleira, segundo circular publicada no site da estatal datada desta sexta-feira.

Logo da Petrobras em sede no Rio de Janeiro
24/09/2021
REUTERS/Sergio Moraes/File Photo
Logo da Petrobras em sede no Rio de Janeiro 24/09/2021 REUTERS/Sergio Moraes/File Photo
Foto: Reuters

A proposta da norte-americana, única licitante, foi de 102 milhões de reais por 30 meses, segundo documento também disponível no site, o que confirma matéria anteriormente publicada pela Reuters.

Localizado na Baía de Todos os Santos, o terminal de GNL da Petrobras na Bahia tem capacidade de regaseificação máxima de 20 milhões de metros cúbicos por dia.

A concessão do terminal na Bahia atende a um acordo firmado entre Petrobras e órgão antitruste Cade, uma vez que a companhia se comprometeu em colaborar com abertura do mercado de gás no país.

A nova empresa que vai assumir o terminal de GNL na Bahia irá instalar um navio no local, permitindo então que a Petrobras desloque um navio regaseificador da unidade baiana para o Terminal de Regaseificação de GNL de Pecém, no Ceará.

O movimento ocorre em momento em que o Brasil vem elevando a demanda por GNL para atender mais térmicas, diante da maior crise hídrica em reservatórios de hidrelétricas em mais de 90 anos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade