4 eventos ao vivo

Após prisões, Vale diz que colabora com autoridades

Rompimento de barragem da empresa em Brumadinho deixou dezenas de mortos e centenas de feridos

29 jan 2019
08h08
atualizado às 11h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A mineradora Vale afirmou nesta terça-feira que "permanecerá contribuindo com as investigações" sobre o rompimento de sua barragem de Brumadinho (MG), na semana passada, que deixou dezenas de mortos e centenas de feridos, em comentários publicados após a prisão de funcionários da empresa e terceirizados por autoridades.

Área atingida por lama de barragem da Vale em Brumadinho 27/01/2019 REUTERS/Adriano Machado
Área atingida por lama de barragem da Vale em Brumadinho 27/01/2019 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

"Referente aos mandados cumpridos nesta manhã, a Vale informa que está colaborando plenamente com as autoridades", disse a Vale por meio de sua conta no Twitter.

O Ministério Público de Minas Gerais confirmou que foram decretadas prisões por 30 dias de engenheiros terceirizados que atestaram a estabilidade da barragem que rompeu e de três funcionários da Vale que estariam envolvidos no empreendimento minerário e seu licenciamento.

Veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade