0

Agroconsult revisa safra de soja do Brasil para 116,4 mi t; vê queda na exportação

20 fev 2019
19h24
atualizado às 19h30
  • separator
  • 0
  • comentários

A Agroconsult estimou nesta quarta-feira a safra de soja do Brasil 2018/19 em 116,4 milhões de toneladas, praticamente estável ante a projeção de 116,5 milhões de toneladas divulgada para clientes da consultoria no início do mês.

Colheita de soja em Porto Nacional, TO
24/03/2018
REUTERS/Roberto Samora
Colheita de soja em Porto Nacional, TO 24/03/2018 REUTERS/Roberto Samora
Foto: Reuters

Durante evento em Brasília promovido pela Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), a consultoria disse que algumas áreas produtoras estão em situação melhor que o esperado, compensando perdas pela seca e calor registradas em importantes regiões.

A previsão anunciada nesta quarta-feira é 1,2 milhão de toneladas menor na comparação com a projeção anunciada em 10 de janeiro, antes do início da expedição técnica Rally da Safra, organizada pela consultoria, que ainda fará uma avaliação final no Maranhão, Piauí, Tocantins, Bahia e Rio Grande do Sul, com colheitas tardias.

O volume da colheita brasileira, contudo, ficará abaixo do recorde de 119,3 milhões de toneladas da temporada 2017/18, após uma estiagem que afetou severamente a produção em Estados como Paraná e Mato Grosso do Sul.

Com uma produção menor e estoques iniciais baixos após exportações recordes no ano passado, a Agroconsult estimou que os embarques de soja do maior exportador da commodity somarão 70,2 milhões de toneladas em 2019, ante 84 milhões de toneladas no ano passado, quando o país foi beneficiado pela guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Segundo o sócio-diretor da Agroconsult, André Pessôa, o impacto de guerra comercial EUA-China para exportações de soja do Brasil não será tão favorável em 2019.

"Não temos o menor chance de repetir o número de exportação no ano passado... não tem soja para isso, não tem estoques para isso. Primeiro, é uma safra menor. Segundo, tem estoque menor, e terceiro existe uma competição...", disse ele, lembrando que os EUA têm grandes estoques e chegaram a exportar bons volumes aos chineses, diante de uma trégua na disputa comercial.

MILHO AVANÇA

A Agroconsult estimou a segunda safra de milho do Brasil em 68,9 milhões de toneladas, praticamente estável ante o número divulgado em janeiro --a chamada safrinha está em período de plantio.

A safra total, incluindo a produção de verão, foi prevista pela consultoria em 95,6 milhões de toneladas, estável ante previsão de janeiro.

Isso aponta para um forte crescimento na comparação com a temporada passada, quando o Brasil colheu cerca de 80 milhões de toneladas, após adversidades climáticas.

Neste cenário, a Agroconsult esperar uma forte recuperação na exportação de milho do Brasil em 2019, para 32 milhões de toneladas, após 23 milhões em 2018.

Nos melhores ciclos, o Brasil tem sido o segundo exportador de milho do mundo.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade