1 evento ao vivo

Abilio quer Carrefour como referência na luta contra racismo

Acionista do grupo afirmou estar profundamente indignado com a morte de João Alberto Silveira Freitas

26 nov 2020
13h17
atualizado às 13h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O empresário Abilio Diniz, presidente do Conselho de Administração da Península Participações, disse nesta quinta-feira estar profundamente indignado com a morte de João Alberto Silveira Freitas, em uma das lojas do Carrefour em Porto Alegre (RS).

Presidente do conselho de administração da BRF, Abilio Diniz, durante coletiva de imprensa na embaixada do Brasil em Paris, na França 07/03/2017 REUTERS/Philippe Wojazer
Presidente do conselho de administração da BRF, Abilio Diniz, durante coletiva de imprensa na embaixada do Brasil em Paris, na França 07/03/2017 REUTERS/Philippe Wojazer
Foto: Reuters

"Como acionistas, faremos pressão para que o Carrefour se torne referência na luta contra o racismo", afirmou.

Ele disse ainda que o racismo demonstrado na situação é "completamente inaceitável".

O executivo participou de evento online organizado pela Empiricus na manhã desta quinta-feira.

Veja também:

Presidente da Federação Mundial de Artes Marciais ministra palestra em Cascavel
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade