PUBLICIDADE

Criador de "Percy Jackson" diz que ataques contra intérprete de Annabeth são racismo

10 mai 2022 18h29
ver comentários
Publicidade
Foto: Instagram/Leah Jeffries / Pipoca Moderna

O escritor Rick Riordan, criador da saga "Percy Jackson", usou o seu blog pessoal para acusar os fãs de seus próprios livros de racismo. Ele fez a declaração após os ataques sofridos pela atriz Leah Jeffries, escalada como Annabeth Chase na série baseada nos livros. A atriz é negra, mas Riordan descreveu a personagem como loira em suas histórias.

O caso de racismo estava restrito às redes sociais, mas ganhou maior visibilidade nesta semana, quando a atriz decidiu se pronunciar. A menina de 12 anos comentou os ataques que vem sofrendo durante uma transmissão ao vivo em seu Instagram.

"Para todos que estão me odiando, parem com isso. Eu sei que vocês acham que isso vai me machucar. Não vai. Vocês estão apenas perdendo tempo. Ainda estou confiante. Todos os outros estão confiantes. Todos os outros estão felizes por mim. Então não tentem me derrubar. Não vai funcionar", ela avisou. A gravação foi reproduzida por um perfil de fãs de Percy Jackson e viralizou.

Conhecida como a Brandi da série "Empire", Jeffries foi chamada de forte por Riordan, mas ele deixou claro que não tolera os ataques.

"Este post é especificamente para quem tem algum problema com a escalação de Leah Jeffries como Annabeth Chase. É uma pena que esses posts precisem ser escritos, mas eles precisam. Primeiro, deixe-me esclarecer que estou falando aqui apenas para mim. Esses pensamentos são apenas meus. Eles não necessariamente refletem ou representam as opiniões de qualquer parte da Disney, do programa de TV, da equipe de produção ou da família Jeffries", começou o autor em seu blog.

Riordan, que também é produtor da série da Disney+, destacou que não priorizou as características físicas dos personagens durante a seleção dos atores, e sim a personalidade de cada um. "A resposta ao casting de Leah foi extremamente positiva e alegre, como deveria ser. Leah traz tanta energia e entusiasmo para esse papel, tanto da força de Annabeth. Ela será um modelo para as novas gerações de garotas que verão nela o tipo de heroína que querem ser", afirmou.

"Se você tiver um problema com essa escalação, no entanto, fale comigo. Você não tem mais ninguém para culpar. O que quer que você tire desta postagem, devemos concordar que intimidar e assediar uma criança online é indesculpavelmente errado. Por mais forte que Leah seja, por mais que tenhamos discutido o potencial para esse tipo de reação e a intensa pressão que esse papel trará, os comentários negativos que ela recebeu online estão fora de linha. Eles precisam parar. Agora", continuou.

"Você se recusa a acreditar em mim, o cara que escreveu os livros e criou esses personagens, quando digo que esses atores são perfeitos para os papéis por causa do talento que trazem e da maneira como usaram seus testes para expandir, melhorar e eletrificar as falas que lhes foram dadas. Uma vez que você veja Leah como Annabeth, ela se tornará exatamente do jeito que você imagina Annabeth, supondo que você dê a ela essa chance, mas você se recusa a acreditar que isso pode ser verdade. Você está julgando a adequação dela para esse papel única e exclusivamente pela aparência dela. Ela é uma garota negra interpretando alguém que foi descrito nos livros como branco. Amigos, isso é racismo", acrescentou Riordan.

Além de Jeffries, a série de Percy Jackson será estrelada por Walker Scobbell (como o personagem-título) e Aryan Simhadri (como Grover).

As gravações da série vão começar em julho e o próprio Riordan assina o primeiro episódio, ao lado de Jon Steinberg ("Black Sails"), que terá direção de James Bobin ("Os Muppets").

A data de estreia ainda não foi definida pela Disney+.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade