PUBLICIDADE

Ator de "9-1-1" sai da série por se recusar a se vacinar

16 nov 2021 22h09
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Fox / Pipoca Moderna

O ator Rockmond Dunbar, que ficou conhecido por "Prison Break", abandonou o elenco de sua série atual, "9-1-1", da rede Fox. O motivo foi sua recusa em se vacinar contra a covid-19.

Integrante da série desde a 1ª temporada, Dunbar chegou a apresentar atestado médico e até ofereceu uma justificativa religiosa, em diferentes ocasiões, para evitar se submeter à exigência da produção da 20th Television. Mas todos os conteúdos realizados pelo conglomerado Disney passaram a exigir comprovação de vacinação. Quem se recusa é contemplado com demissão.

O último episódio com participação do ator foi ao ar na noite de segunda-feira (15/11) nos Estados Unidos, utilizando uma mudança de estado como explicação para sua despedida abrupta da trama.

Em comunicado publicado pelo site Deadline, Dunbar assumiu ter solicitado "acomodações religiosas e médicas de acordo com a lei" para evitar a vacinação. Ambas foram negadas. "Minhas crenças legítimas e minha história médica particular são aspectos muito íntimos e pessoais de minha vida que não discuto publicamente e não desejo começar agora. Sou ator neste ramo há 30 anos, mas meus maiores papéis são como marido e pai de quatro filhos pequenos. Como um homem que anda com fé, estou ansioso para ver o que o futuro reserva. "

Dunbar completou: "Eu aproveitei as últimas 5 temporadas com este elenco e equipe maravilhosos e irei apreciar o tempo que fui abençoado por passar com esta série e desejo a todos os envolvidos nada além do melhor".

Já a 20th Television confirmou o caso por meio de um porta-voz: "Levamos a saúde e a segurança de todos os nossos funcionários muito a sério e implementamos um processo de confirmação de vacinação obrigatório para aqueles que trabalham na Zona A em nossas produções. A fim de garantir um local de trabalho mais seguro para todos, o pessoal da Zona A que não confirmar seu status de vacinação e não atender aos critérios de isenção não estará apto para trabalhar. "

Esta situação deve acontecer mais vezes nos próximos dias e semanas, uma vez que a maioria dos estúdios de Hollywood informou que passará a exigir vacinação contra a covid-19 para a retomada dos trabalhos. A decisão das produtoras é financeira, já que não vacinados podem contrair a doença e interromper produções.

Atualmente, EUA e Europa experimentam um retorno da pandemia, concentrado especificamente em pessoas não vacinadas. Por conta disso, a Áustria tomou na segunda (15/11) a decisão extrema de impedir pessoas não vacinadas de saírem de casa.

No Brasil, entretanto, o governo vai na direção oposta, tentando impedir iniciativas que incentivem a vacinação. Além de buscar barrar o passaporte da vacina para eventos culturais, o ministério de Bolsonaro também editou uma portaria que proíbe exatamente que empresas possam demitir funcionários que se recusem a se vacinar.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade