PUBLICIDADE

Netflix sobe seus preços; veja como fica

Com o reajuste, os planos Padrão e Premium ficam mais caros do que o segundo serviço em custo, o Telecine

22 jul 2021 15h15
| atualizado às 15h31
ver comentários
Publicidade
Logotipo da Netflix em controle remoto
REUTERS/Mike Blake
Logotipo da Netflix em controle remoto REUTERS/Mike Blake
Foto: Reuters

A Netflix aumenta a partir de hoje seus preços. Seu plano Básico, para uma tela, sobe de R$ 21,90 para R$ 25,90. O Padrão, para duas telas e Full HD, vai de R$ 32,90 para R$ 39,90. E o Premium, para quatro telas, Ultra HD, HDR e Dolby Atmos, de R$ 45,90 para R$ 55,90.

Assim, o prêmio Padrão, intermediário, passa a ser mais caro do que o Telecine, que cobra R$ 37,90 para três telas e cinco dispositivos cadastrados e só perdia em custo para o plano Premium da Netflix.

Os assinantes atuais serão comunicados da mudança e terão 30 dias para decidir manter seu plano atual, trocar para outro ou cancelar a assinatura. A data da comunicação depende do dia de faturamento de cada cliente.

Em comunicado, a Netflix afirmou: "Acreditamos que as pessoas tenham mais escolhas do que nunca e estamos comprometidos com a entrega de uma experiência ainda melhor para nossos assinantes. A partir de 22 de julho, reajustaremos nossos preços, que permaneceram os mesmos desde 2019. Com isso, continuaremos oferecendo os melhores conteúdos, entre filmes e séries, além de uma vasta variedade de gêneros. De novas temporadas de La Casa de Papel e The Witcher a Sintonia, passando por um filme por semana, como Justiça em Família, a trilogia Rua do Medo e Carnaval. Novamente, oferecemos diversos planos, a partir de R$ 25,90 por mês, para que as pessoas possam escolher um preço dentro de suas necessidades".

O aumento dos preços vem menos de um mês depois do lançamento da HBO Max, que oferece 50% de desconto para quem assinar até 31 de julho seus planos de R$ 19,90 (mobile, para uma tela de smartphone ou tablet) e R$ 27,90 (para três telas, alta definição e tecnologia 4k).

O Disney+ também custa R$ 27,90, mesmo preço da MUBI, de filmes mais autorais. O Paramount+ custa R$ 19,90 por mês, e o Amazon Prime Video, R$ 9,90, mesmo preço do Apple TV+. A Starzplay, que normalmente custa R$ 14,90, tem promoção de seis meses de assinatura por R$ 9,90 para quem assinar até dia 4 de agosto.

Segundo a Netflix, cada país faz reajustes de maneira independente. A Netflix na Argentina alterou seus preços em fevereiro. A Netflix Brasil não aumentava suas assinaturas desde março de 2019.

No material para a imprensa, a Netflix destacou o aumento de conteúdo nacional, com lançamentos todos os meses. A Globoplay, que investe bastante em produções brasileiras, custa R$ 14,90 por mês no plano anual.

A empresa também destacou algumas novidades e funcionalidades incluídas recentemente na plataforma, como as listas Top 10 e os Títulos Aleatórios, para ajudar na escolha do que ver, os downloads inteligentes e parciais, que baixam o próximo episódio automaticamente e permitem assistir antes da conclusão do download, e maior controle dos pais sobre o que os filhos veem.

Estadão
Publicidade
Publicidade