0
Logo do Blog Sala de TV
Foto: iStock

Blog Sala de TV

Brasileiro diz odiar o BBB, mas sempre dá uma espiadinha

Reality show da Globo precisa ser tão divertido para os telespectadores como foi a décima edição de A Fazenda

10 jan 2019
11h56
atualizado às 12h23
  • separator
  • comentários

Ano novo, reality velho. O BBB está de volta. A décima nona edição começa na terça, dia 15, com 18 participantes.

Os candidatos ao prêmio de 1,5 milhão de reais: para muitos, a fama instantânea vale mais do que o dinheiro
Os candidatos ao prêmio de 1,5 milhão de reais: para muitos, a fama instantânea vale mais do que o dinheiro
Foto: Divulgação

Não dá para esperar grandes mudanças no programa exibido desde 2002. Previsibilidade à parte, o formato ainda funciona ao que se propõe.

No ano passado, o Big Brother Brasil registrou 26 pontos de média no Ibope, o melhor resultado das últimas seis temporadas.

Muita gente jura desprezar a atração por considerá-la fútil e até emburrecedora, porém, na surdina, espia o que acontece no confinamento.

Há aqueles que dizem assistir ao BBB tão somente a fim de colher argumentos para falar mal dele. Ahã...

Esta edição começa sob a sombra do sucesso de A Fazenda 10, encerrada em dezembro na RecordTV.

Marcos Mion deu um show de carisma e adequação como apresentador. No Ibope, a produção conseguiu média final de 11 pontos, resultado mais positivo desde a sexta edição.

Marcada por barracos estrondosos, A Fazenda garantiu a diversão de quem procurou ver o circo pegar fogo – sem direito a bombeiro.

Em 2018, o BBB foi salvo pela trama novelesca criada em torno de Gleici, a jovem elevada ao status de heroína pela edição. A estratégia deu certo: o programa repercutiu e ela sagrou-se campeã.

A partir da próxima semana e ao longo de três meses, o todo-poderoso Boninho e sua equipe têm a missão de apresentar um divertimento igualmente eficaz.

Hoje, o principal termômetro para o sucesso (ou fracasso) de uma atração de TV é o ‘buzuzu’ no Twitter, Facebook e Instagram.

A internet parece ter gostado da nova seleção de brothers e sisters. Já houve apontamento de possíveis mocinhos, vilões, musos, ‘plantas’ e ‘coitadinhos’.

Em resumo, é isso que produz o interesse pelo Big Brother: tomar conta da vida alheia para esquecer um pouco da própria. Um escapismo que nem todo mundo que faz admite.

Veja também:

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade