0

De "The Flash", Grant Gustin defende mulheres após produtor ser acusado de assédio: "São heroínas"

Assim como Stephen Amell, o ator se pronunciou após polêmica da denúncia do autor das séries.

14 nov 2017
15h35
  • separator
  • comentários

Não foi só Stephen Amell que ficou do lado das atrizes da emissora The CW que acusaram o produtor Andrew Kreisberg de assédio. Grant Gustin também deixou um recado para as colegas de profissão e lamentou o ocorrido nos bastidores das séries.

De "The Flash", Grant Gustin fala sobre polêmica de assédio envolvendo produtor
De "The Flash", Grant Gustin fala sobre polêmica de assédio envolvendo produtor
Foto: Getty Images / PureBreak

Em seu Instagram, o astro de "The Flash" deixou a mensagem: "Às vezes eu esqueço que vivo em um mundo onde nem todo mundo tem os mesmos direitos e privilégios que eu. Eu entendo que é meu privilégio que me faz esquecer. Ouvir sobre diferentes homens, de novo e de novo, especialmente na indústria em que eu trabalho, tratando mulheres como se fossem menos do que eles, e física e emocionalmente as abusando, se tornou algo diário. Isso não é ok. Isso não pode se tornar o novo normal. Nessas últimas semanas eu estive incerto sobre o que dizer sobre isso, então aqui vai uma coisa: eu quero ser melhor. Quero ser um homem melhor, um aliado melhor. Eu especialmente quero deixar claro a todas as mulheres na minha vida que eu as ouço, eu estou ao lado delas, eu as apoio", disse.

Grant conclui o seu texto: "Eu estou impressionado não só com as mulheres que levantaram sua voz nas últimas semanas, mas todas as mulheres que jamais fizeram isso. Eu não consigo imaginar o quão aterrorizante isso pode ser e o quanto de coragem e força que isso demanda. Essas mulheres são as heroínas aqui e deveriam ser tratadas assim". Arrasou! E aí, o que será que vai acontecer com Andrew Kreisberg após todas essas declarações? Para saber, fique de olho aqui no Purebreak!

PureBreak

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade