0

Motivos para começar a assistir a série Brooklyn Nine-Nine

NBC comprou os direitos de produção depois que a Fox anunciou o cancelamento do seriado. Ou seja, temos uma nova chance.

19 mai 2018
20h20
atualizado às 21h06
  • separator
  • comentários

Na última semana a internet ficou ~on fire~ por conta do cancelamento de "Brooklyn Nine-Nine", série produzida pela Fox. Foram tantas reclamações que, dois dias depois, a NBC, mesma emissora que exibe "This Is Us", anunciou a compra da comédia e a produção de, pelo menos, mais uma temporada. No ar desde 2013, o seriadomostra a rotina de uma delegacia na vizinhança do Brooklyn, em Nova York.

Precisa de um empurrãozinho para começar a assistir esse hino de série, que até já ganhou um Emmy? Hoje listamos 5 motivos que vão fazer você querer correr para a tela mais próxima e devorar as cinco temporadas - quatro delas estão disponíveis na Netflix.

Que tal dar uma chance pra esse ícone de série que é "Brooklyn Nine Nine"?
Que tal dar uma chance pra esse ícone de série que é "Brooklyn Nine Nine"?
Foto: Divulgação, FOX / PureBreak

Os episódios são curtos

Cada episódio dura em média 22 minutos, então dá pra assistir durante o intervalo da aula, enquanto espera o almoço no restaurante ou no ônibus. A única parte ruim é que vai te deixar querendo mais.

Jake Peralta é o detetive protagonista em "Brookyn Nine-Nine"
Jake Peralta é o detetive protagonista em "Brookyn Nine-Nine"
Foto: Reprodução, FOX / PureBreak

Temas sérios são tratados com leveza

Séries policiais tem tendência a serem violentas e pesadas, mas "Brooklyn Nine-Nine" faz as investigações parecerem pequenos problemas.

Gina é a única Civil na delegacia de "Brooklyn Nine-Nine"
Gina é a única Civil na delegacia de "Brooklyn Nine-Nine"
Foto: Reprodução, FOX / PureBreak

Representatividade é levada à sério

Dos quatro detetives de destaque, duas são mulheres, latinas e uma delas - Rosa (Stephanie Beaztriz) ainda é bissexual. O capitão da delegacia, Raymond Holt (Andre Braugher) é um homem negro e assumidamente gay. Além disso, o bromance entre o protagonista Jake Peralta (Andy Samberg) e o detetive Boyle (Joe Lo Truglio) é super divertido e natural. E o sargento Terry (Terry Crews) quebra padrões de masculinidade na convivência com suas filhas.

Rosa Diaz é uma detetive bissexual e latina em "Brooklyn Nine-Nine"
Rosa Diaz é uma detetive bissexual e latina em "Brooklyn Nine-Nine"
Foto: Reprodução, FOX / PureBreak

Muitas referências à cultura pop

Jake Peralta é o maior fã de "Duro de Matar" que você respeita e vive quotando a franquia. Taylor Swift, "A Pequena Sereia" e "Friends" são algumas das muitas referências que estão no roteiro da série.

Boyle dança "Single Ladies" em "Brooklyn Nine-Nine"
Boyle dança "Single Ladies" em "Brooklyn Nine-Nine"
Foto: Youtube / PureBreak

Os icônicos episódios de Halloween

Sabemos como os americanos levam o Halloween à sério, mas em "Nine-Nine" essa seriedade é elevada à outro nível! A série toda é muito divertida, mas depois de assistir a primeira temporada, você ficará ansioso pelo episódio de Halloween das próximas.

Os episódios de Halloween são os melhores de "Brooklyn Nine-Nine"
Os episódios de Halloween são os melhores de "Brooklyn Nine-Nine"
Foto: Divulgação, Fox / PureBreak

 

PureBreak
  • separator
  • comentários
publicidade