0

5 frases transfóbicas que muita gente fala sem saber

Não é de hoje que vemos boa parte da comunidade LGBTQ+ lutar pelos seus direitos na sociedade. Mesmo com o tanto de informação, ainda existem aqueles que ofendem - muitas vezes sem saber - pessoas trans. Por isso o Purebreak decidiu te ajudar nessa e vai te mostrar algumas frase que não parecem, mas são consideradas transfóbicas.

8 jan 2020
14h05
  • separator
  • 0
  • comentários

O T do LGBTQ+ é uma das minorias que mais sofre preconceito dentro e fora da comunidade e precisamos falar sobre isso. Se você não sabe, pessoas transgênero são aquelas possuem uma identidade de gênero diferente da atribuída ao seu sexo ao nascer. Exemplo: alguém nasceu com genitália masculina, mas se identifica como mulher. Por isso o Purebreak quer te contar quais são as frases consideradas transfóbicas que muita gente usa por aí e nem sabe.

1. "Morte ao pênis."

Você com certeza já ouviu algum amigo ou conhecido falar essa frase e sim, ela é transfóbica. Todos os dias várias mulheres trans morrem pelo simples fato de possuírem um pênis. Fica atento quando alguém disser isso e aproveita para explicar o porquê de não ser legal falar, ok?

2. "Você tem peito, então você é mulher."

Essa é quase a mesma coisa que a frase de cima e você precisa saber que mesmo a pessoa se identificando como masculina ou não binária, não significa que ela é OBRIGADA a fazer a cirurgia de mastectomia. Se aquele indivíduo estiver satisfeito com o próprio corpo, ninguém pode se intrometer nessa questão. Corpo não define gênero.

3. "Você é homem ou mulher?"

Primeiro, já parou pra pensar que essa é uma pergunta extremamente invasiva? Segundo, o que vai mudar na sua vida saber se a pessoa se identifica como homem ou mulher? Fora que, existem os não-binários (pessoas que não se identificam exclusivamente masculinas ou femininas).

4. "Pessoas trans tem nojo do próprio corpo."

Não. Transexuais nem sempre rejeitam o próprio corpo. O nome do distúrbio em que a pessoa não se identifica com o próprio corpo é disforia e não é uma condição exclusiva de pessoas trans. Nem todos passam por cirurgias, nem todos fazem tratamento hormonal e nem todos sentem necessidade de mudar algo em si mesmo. Isso não invalida sua existência.

5. "Sem útero, sem opinião."

É bem delicado falar sobre esta última frase, já que as questões biológicas, como a gravidez, podem ser usadas como um contra-argumento. Por outro lado, esta frase dá a entender que mulheres trans são mulheres de segunda classe ou não mulheres. Consegue perceber a ofensa? Assim como "morte ao pênis", "sem útero, sem opinião" desmerece a identidade da pessoa.

PureBreak
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade