TODOS OS VÍDEOS

Karina Buhr volta cheia de som e fúria em "Desmanche"

Karina Buhr volta com muita potência e lança "Desmanche", quarto álbum da carreira, com banda repaginada e dando protagonismo à percussão. O novo trabalho da cantora, nascida em Salvador e radicada no Recife, alterna momentos de calmaria e tempestade com letras ácidas e politizadas, assumindo uma estética que se aproxima do maracatu. Em entrevista ao Terra, Karina contou sobre o processo de criação e produção do disco, falou ainda sobre feminismo e comentou a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que o Exército não teria sido responsável pela morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, que teve o carro alvejado com 80 tiros, no Rio de Janeiro, em abril deste ano. "Desmanche representa muito o que o disco é, tanto desmanche político, desmanche do País, desmanche de ideias antigas como também do verbo imperativo desmanchar", explicou a cantora. Karina faz show no Sesc Pinheiros, neste sábado (3).

Terra Música Entrevista
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade