0

Nos lançamentos musicais da semana, destaques de Adriana Calcanhotto, Mariana Aydar e Madonna

Novidades também incluem trabalhos póstumos de Prince e Avicii, o arraiá eletrônico de Omulu com Potyguara Bardo, além do romantismo de Leiva e a 'bad trip' de Clarice Falcão

8 jun 2019
05h40
  • separator
  • 0
  • comentários

Nos lançamentos musicais da semana, Adriana Calcanhotto encerra sua trilogia sobre o mar com o disco Margem, enquanto Prince e Avicii são lembrados em álbum póstumos. Ao mesmo tempo, Mariana Aydar, Omulu e Potyguara Bardo agitam o mês de São João, enquanto Clarice Falcão mergulha na fossa com Esvaziou.

Abaixo, confira todos os destaques:

Adriana Calcanhotto com 'Margem', Mariana Aydar com o segundo volume de 'Veia Nordestina' e Madonna com 'Dark Ballet' são destaque entre os lançamentos musicais desta semana
Adriana Calcanhotto com 'Margem', Mariana Aydar com o segundo volume de 'Veia Nordestina' e Madonna com 'Dark Ballet' são destaque entre os lançamentos musicais desta semana
Foto: Leo Aversa / Aislam Romeu / Steven Klein / Divulgação / Estadão

Adriana Calcanhotto - 'Margem'

Margem marca o encerramento da trilogia de Adriana Calcanhotto inspirada pelo mar - os dois primeiros foram Marítimo (1998) e Maré (2008). No novo álbum, a cantora e compositora resgata sua relação com as águas, passando pelos aspectos físico, literário e, sim, ambiental. "É uma ação do homem acabando com o próprio hábitat. Isso é uma coisa chocante, não dá para não tocar nesse assunto fazendo um disco sobre o mar agora", observa Adriana, em entrevista ao Estado.

Entre as nove faixas, o primeiro registro oficial de Tua, gravada por Maria Bethânia em 2009, na voz de Adriana, em um resgate duplo da relação entre as duas, que se repete em Era pra ser (2016). E, para além das autorais, músicas de Péricles Cavalcanti (O Príncipe das Marés) e Antonio Cicero com Zé Miguel Wisnik (Os Ilhéus). "São canções do Maré que não entraram (naquele disco)", explica a artista.

Madonna - 'Dark Ballet'

Exatos 30 anos depois de comprar uma briga feia com a Igreja Católica ao incendiar as cruzes de um Jesus Cristo negro no clipe de Like a Prayer, Madonna volta a criticar o moralismo da instituição com Dark Ballet. Para isso, ela se inspira na história de Joana D'Arc, aqui personificada na figura da produtora e rapper transexual Mikky Blanco, nome promissor da cena underground californiana.

Co-escrita e co-produzida por Mirwais Ahmadzaï, o mesmo responsável por Medellín, também do disco Madame x, e de hits mais antigos da cantora, como Don't tell me e American Life, Dark Ballet é uma balada épica e existencial sobre fama, dinheiro e padrões sociais. Ao longo dos mais de 4 minutos, Madonna rima sobre piano, interpola Tchaikovsky e resgata seus dias de eletrônica com batidas reminiscentes da era de Confession on a dancefloor (2005).

Prince - 'Originals'

Três anos depois de sua morte, Prince ganha um segundo disco póstumo, dessa vez com curadoria feita por Jay-Z e Troy Carter, da The Prince Estate, que administra o legado do artista. Por ora, o lançamento é exclusivo do Tidal, plataforma de streaming do marido de Beyoncé, que frisa a "qualidade master" do trabalho, "como o artista queria que soasse". Dentre as 15 faixas, destaque para a versão original de Nothing Compare 2 U, composta por Prince e transformada em sucesso na voz de Sinéad O'Connor, em 1989.

Avicii - 'Tim'

Outro lançamento póstumo que chega às plataformas de streaming essa semana é Tim, projeto no qual o DJ Avicii estava trabalhando antes de seu falecimento, em abril do ano passado. Dentre as 12 faixas, parcerias com Agnes, Vargas & Lagola, Bonn e os rapazes da Imagine Dragons.

Omulu e Potyguara Bardo - 'Ribuliço'

Junho pode ser o mês do orgulho LGBT, dos namorados ou, felizmente, o das festas de São João. Omulu e Potyguara Bardo resolvem celebrar a última opção, unindo as batidas de dubstep do DJ com as raízes da drag queen e criando um forró eletrônico irresistível não só para os arraiás, mas também para os outros 11 meses do ano.

Mariana Aydar - 'Veia Nordestina II'

Por falar no clima de São João, ele invade também o segundo EP de Mariana Aydar, Veia Nordestina II. Produzido por Márcio Arantes, o trabalho traz três faixas, São João do Carneirinho, Represa e Xilique, no que a artista considera seu trabalho mais solar. "É uma história de poliamor. O disco vem dessas experiências de misturar tudo, dessa vontade de subverter um pouco", contou Mariana, em entrevista ao Estado.

Leiva - 'Nuclear'

Aos 39 anos, o espanhol José Miguel Conejo Torres, mais conhecido como Leiva, embarca de vez no romantismo ao longo das 12 faixas de seu quarto álbum de estúdio, Nuclear. "Há muita emoção nas minhas letras porque foi um ano em que vivi coisas pessoais extremamente fortes e me fascina falar sobre isso da forma mais clara possível", contou, em entrevista ao Estado.

Clarice Falcão - 'Esvaziou'

Ainda tomada pela 'Bad Trip' que lhe bateu no ano passado, Clarice Falcão remói a partida de alguém que se foi e 'esvaziou' o espaço à sua volta, tanto que a voz da cantora ecoa propositalmente no refrão. A composição, apesar de mais melancólica que a maior parte de suas músicas, ainda traz as inevitáveis ironias e deboches que marcam a produção de Clarice.

Ana Muller - 'Eu vi você'

Apoiada inicialmente apenas por um violão, Ana Muller deixa a voz brilhar nessa canção de amor intimista e delicada. Com Henrique Paoli na bateria e percussão, Felipe Duriez na guitarra e no baixo, e Federico Puppi no cello, Eu vi você é a primeira faixa liberada do disco de estreia da capixaba, com data de estreia prevista para este mês.

Bon Iver - 'Hey Ma'

Depois de apresentar a música ao vivo em alguns festivais e shows desde o ano passado, o grupo liderado por Justin Vernom mergulha na nostalgia da infância com um vídeo repleto de imagens do próprio cantor ainda criança. A música, lançada em conjunto com U (Like Man), é o primeiro anúncio da sonoridade que a banda deve seguir em seu quarto álbum de estúdio, com lançamento previsto para o segundo semestre deste ano.

Sheryl Crow, Stevie Nicks e Maren Morris - 'Prove You Wrong'

Quem também chega com um novo LP nesse segundo semestre é Sheryl Crow, com o álbum Threads. E, depois de ter divulgado parcerias com Johnny Cash, Bonnie Raitt e Mavis Staple, a vencedora de nove prêmios Grammy convoca a lendária Stevie Nicks e a novata do country Maren Morris para uma música clássica de superação.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade