3 eventos ao vivo

Neil Young processa Donald Trump por uso indevido do clássico "Rockin' in the Free World"  

5 ago 2020
09h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O cantor norte-americano Neil Young abriu um processo contra a campanha eleitoral do atual presidente dos EUA, Donald Trump, por uso indevido dos clássicos Rockin' in the Free World e Devil's Sidewalk.

Foto: Gus Stewart | Redferns / The Music Journal

Young alegou que não deu nenhuma autorização a Trump para que este utilizasse suas canções.

Elas foram usadas pelo presidente americano durante um evento de campanha em Tulsa, estado de Oklahoma.

Diz o processo de Neil Young: "Esta reclamação não visa desrespeitar os direitos e opiniões dos cidadãos americanos, que são livres para apoiar o candidato que escolherem. No entanto, o autor em sã consciência não pode permitir que sua música seja usada como "tema" para uma campanha divisiva, anti-americana de ignorância e ódio".

Já existe uma movimentação entre os grandes nomes da música nos EUA para que suas músicas não sejam utilizadas sem prévia autorização de seus autores.

Bandas como os Rolling Stones, Panic At The Disco e Linkin Park, além dos representantes legais de Tom Petty (1950-2017), já avisaram que não vão tolerar o uso de suas obras fonográficas em campanhas eleitorais no país.

Veja também:

Nos Bastidores: Di Ferrero fala sobre o 'Di Boa Sessions'
The Music Journal The Music Journal Brazil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade