PUBLICIDADE

'Bad Blood': Max lança documentário sobre disputa entre Taylor Swift e Scooter Braun

Série documental explora a disputa sobre os direitos musicais que levou a cantora a regravar seus discos originais

19 jun 2024 - 18h53
(atualizado em 20/6/2024 às 10h43)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação/Warner Bros. / Pipoca Moderna

A plataforma Max anunciou o lançamento da nova série documental "Taylor Swift vs Scooter Braun: Bad Blood", que analisa o conflito entre a cantora Taylor Swift e o empresário musical Scooter Braun, até então mais conhecido por descobrir e empresariar Justin Bieber.

A disputa pelos discos

A disputa iniciou-se em junho de 2019, quando Braun adquiriu os direitos dos primeiros seis álbuns de Swift sem seu consentimento, ao comprar a gravadora Big Machine, responsável pelos lançamentos.

A cantora alegou que não foi consultada sobre a venda e que, ao tentar recomprar suas gravações, foi impedida. Taylor expressou sua frustração em uma longa publicação no Tumblr, afirmando que só soube da venda quando foi anunciada ao público.

A reação de Taylor e o desfecho de Braun

Contrariada com o negócio, ela iniciou o processo de regravar seus álbuns para recuperar o controle sobre suas músicas. Até agora, Taylor lançou as versões regravadas de "Fearless", "Red", "Speak Now" e "1989". As novas gravações, conhecidas como "Taylor's Version", não apenas lhe permitiram recuperar o controle artístico, mas também foram um grande sucesso comercial, desvalorizando as gravações originais adquiridas por Braun.

Em 2021, Scooter Braun vendeu os direitos dos álbuns de Swift para a Shamrock Capital por mais de US$ 1 bilhão. Braun, em entrevistas posteriores, expressou arrependimento sobre como lidou com a aquisição, mencionando que subestimou a reação de Swift e de seus fãs. Recentemente, Braun anunciou sua aposentadoria dos negócios musicais, encerrando um capítulo conturbado de sua carreira.

O documentário

"Taylor Swift vs Scooter Braun: Bad Blood" promete explorar essa disputa em detalhes. Composta por dois episódios de 60 minutos cada, a série apresenta as perspectivas de ambos os lados, tanto as alegações de Taylor Swift de que a venda dos direitos foi feita sem sua consulta e sem opção de recomprar suas músicas, quanto de Scooter Braun, que afirma que ela se recusou a negociar, incitando uma disputa pública ao mobilizar seus fãs contra ele.

A produção incluirá depoimentos de especialistas jurídicos, jornalistas e pessoas próximas a Swift e Braun, oferecendo uma análise aprofundada do conflito. Serão explorados temas como propriedade musical, dinâmicas de gênero na indústria e o impacto da influência dos fãs na música pop.

Data de lançamento

A produção estreia na plataforma Max nesta sexta-feira (21).

Você sabe quem são os cantores brasileiros que já viraram filmes? Você sabe quem são os cantores brasileiros que já viraram filmes?

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade