3 eventos ao vivo

Live Nation admite que 86% de seus consumidores recusaram reembolso dos ingressos  

7 ago 2020
09h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A produtora Live Nation admitiu que 86% de seus consumidores recusaram reembolso de ingressos para shows. As informações são da Billboard.

Michael Rapino, executivo-chefe da empresa, considerou que este é o status atual "de nosso indicador mais forte de demanda".

A publicação questionou o que de fato os 86% querem dizer e encontrou uma explicação: a empresa simplesmente dividiu o número total de ingressos que reembolsou aos fãs pelo número total de ingressos vendidos. Nesse caso, esse cálculo aparentemente mostrou um resultado de aproximadamente 0,14. Ou seja, o total de ingressos vendidos para shows remarcados, um total de 14%, em média, foram reembolsados.

Foto: Reprodução | Instagram / The Music Journal

A Billboard também concluiu que os ingressos para eventos cancelados foram automaticamente reembolsados aos fãs. Somente shows promovidos pela Live Nation que foram remarcados com novas datas a serem anunciadas em breve estão incluídos no estatuto do reembolso.

Em toda essa equação, os festivais não foram incluídos no cálculo, justamente por eles não terem acontecido em 2020. Como esses festivais foram remarcados para 2021, os detentores dos ingressos podem utilizá-los para as novas datas. Isso também não os impede de que sejam contemplados com o reembolso, mas teriam que esperar as datas que a empresa determinar.

Michael Rapino afirmou à publicação que dois terços dos fãs que compraram ingressos para festivais preferiram mantê-los do que pedir um reembolso.

Veja também:

Nos Bastidores: Di Ferrero fala sobre o 'Di Boa Sessions'
The Music Journal The Music Journal Brazil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade