PUBLICIDADE

Kimbra Zill bate de frente com a intolerância em single de estreia  

22 nov 2021 19h12
ver comentários
Publicidade

A artista drag paulisana Kimba Zill, uma das grandes apostas e aspirante à musa do pop, acaba de anunciar a chegda de Cheguei, o seu single-début que chegará às plataformas digitais e no YouTube nesta quinta-feira (25).

Foto: Musique Press / The Music Journal

Com letra que enaltece as minorias, confronta a intolerância e questiona alguns padrões, Cheguei carrega influências musicais de nomes como Tropkillaz, Karol Conka e Iza, e chega impondo respeito literalmente.

"Queria trazer uma sonoridade marcante e empoderada, dançante, mas que ao mesmo tempo sustentasse a mensagem que eu queria passar com a letra". A canção foi composta e produzida pela própria drag, já o clipe conta com direção de Danillo Costa, que também já dirigiu clipes para artistas como Escarião, entre outros.

Foto: Musique Press / The Music Journal

Lutando pela causa e com um discurso de inclusão, a artista drag faz questão de abordar temas de cunho político e pessoal, expondo as dificuldades da comunidade LGBTQIA+ e as causas pelas quais lutam.

"Vivemos em um país que tira vidas de pessoas todos os dias por serem como nós, por isso precisamos nos nos fortalecer como comunidade e mostrar, a cada dia, que estamos aqui e temos direito de (r)existir sem medo de apenas SER", ressalta a cantora.

Inclusiva, Kimbra ainda diz que um de seus objetivos artísticos de vida é empoderar a arte drag como forma de expressão: "Quero enaltecer essa arte que tanto me liberta e mostrar, pra quem ainda não entendeu, que não somos apenas criaturas da noite".

The Music Journal The Music Journal Brazil
Publicidade
Publicidade