PUBLICIDADE

Hipgnosis, de catálogos de Adele, Neil Young e Eminem, cresce na bolsa de Londres 

17 nov 2021 13h51
ver comentários
Publicidade

A Hipgnosis, empresa que gerencia direitos de catálogos de artistas como Adele, Neil Young e Eminem, viu um aumento de 4,9% no preço de suas ações, como relata o Music Business Worldwide.

Foto: site oficial | Hipgnosis / The Music Journal

Esse impulsionamento se deve pela notícia deque o fundador da empresa, Merck Mercuriadis, celebrou um acordo com a Blackstone, que investiu ao menos US$ 1 bilhão como um novo fundo que irá adquirir direitos autorais de música.

Na prática, haverão dois fundos administrados pela Hipgnosis Song Management, que era conhecida como The Family Music Ltd, com a liderança de gestão de Mercuriadis.

Até o momento, todas as aquisições de direitos musicais da Hipgnosis já custaram, pelo menos, algo em torno de US$ 2 bilhões da empresa.

A ideia de firmar um acordo com a Blackstone seria da empresa auxiliar a Hipgnosis em exponenciar seu potencial, amplamente baseados nos recursos concentrdos na maximização dos retornos das músicas por licencimento de sincronização e marketing digital.

"Esta nova parceria proporcionará novas oportunidades de co-investimento para a Hipgnosis Songs Fund, e esperamos que o investimento contínuo no Hipgnosis Song Management melhore os retornos para nossos investidores", garante Andrew Sutch, presidente da empresa.

The Music Journal The Music Journal Brazil
Publicidade
Publicidade