1 evento ao vivo

A influência de Game of Thrones no rock e no heavy metal

17 abr 2019
13h25
atualizado em 15/5/2019 às 13h57
  • separator
  • 0
  • comentários

Sucesso incontestável, Game Of Thrones [GOT] fascina os telespectadores por sua narrativa realista e fantástica. Baseada na série de livros As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin, GOT é filmada em países de vários continentes.

Fãs de fantasia medieval entram em combustão emocional espontânea com as histórias vividas nos continentes Westeros e Essos, locais regidos por guerreiros renegados, gladiadores implacáveis, monarquias hedonistas, um anão intelectual e centenas de personagens inescrupulosos. Há também a imponente presença de dragões flamejantes, criaturas que não demonstram o menor remorso na hora de carbonizar oponentes.

No final das contas, os personagens querem apenas derrotar o abominável Rei da Noite e sentar no cobiçado trono de ferro. Nada pode ser mais inspirador para bandas de heavy metal, concorda?

E já que o assunto mistura metal e GOT, precisamos falar sobre música. Neste post, você vai ficar por dentro dos aspectos musicais que envolvem a série. Prepare sua armadura, afie sua espada, dê uma conferida no seu escudo e boa viagem rumo ao mágico!

Melhor tema de abertura ever

Pensar em GOT sem mencionar a trilha sonora, é o mesmo que imaginar um grifo pode ser dócil feito um pônei, isto é, não há maneiras plausíveis! Só de ouvir o comecinho do tema de abertura, uma emoção diferente toma conta de todas as dimensões do corpo dos que respiram a série.

A composição é obra do germano-iraniano Ramin Djawadi. Formado em música, na Berklee College of Music, em 1988, Djawadi foi convidado para trabalhar na Remote Control Productions, empresa filmes dirigida por Hans Zimmer. De lá pra cá, o compositor construiu um currículo digno de nota. Entre outros trabalhos, ele assinou trilhas para obras como Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra, Homem de Ferro e Westworld.

Leia também:

Para criar o tema de abertura de Game Of Thrones, Djawadi buscou capturar a impressão geral da série. O violoncelo foi escolhido como o principal instrumento porque o compositor entende que o "som mais sombrio" do instrumento é tem o DNA da saga. Detalhe: o compositor toca guitarra, piano, teclados e bateria.

A negativa de um deus

Fora o capricho técnico e visual, Game Of Thrones tem no currículo algumas memoráveis participações de nomes da música. Além de integrantes das bandas Mastodon, Sigur Rós e Snow Patrol, só para citar algumas, o pop star Ed Sheeran também marcou presença nos sets de filmagem. A série, no entanto, ganhou um "não" de ninguém menos do que Robert Plant, ex-vocalista do Led Zeppelin.

Em entrevista ao canal House Of Strombo, publicada no ano passado, Plant revelou a informação. Durante a conversa, o "deus dourado do rock" afirmou que não queria pra si o estereótipo de figurante de luxo na série.

Quer dizer, eu comecei essa porra toda. Dá uma olhada em Immigrant Song. É o Led Zeppelin fazendo parte de um intercâmbio cultural com o governo islandês

Plant fez referência a Immigrant Song porque a música foi composta sob o ponto de vista de um viking nórdico, temática familiar ao que vemos em GOT.

Game of Thrones e o heavy metal

O universo Game of Thrones é fonte constante de inspiração. Entre outras canções do Led Zeppelin, as clássicas Misty Mountain Hop e Ramble On foram inspiradas em obras de J.R.R. Tolkien, grande influência de George R.R. Martin, autor dos livros que deram origem a GOT. Porém, o heavy metal mais contemporâneo parece uma extensão musical da saga.

A lista de bandas de metal que buscaram inspiração em Game of Thrones é imensa, quase infinita. Sendo assim, selecionamos aqui um top 3 de canções inspiradas na série mais cultuada dos últimos tempos.

1. After the Fall - Seven Kingdoms

Trata-se de uma canção inspirada na história de Brandon Stark, o Bran, que perdeu os movimentos das pernas, depois de ser atirado de uma torre por Jaime Lannister, no início da saga. Após a queda, o personagem ficou em coma, e passou a sonhar com os chamados do Corvo de Três Olhos.

2. War Of The Thrones" - Blind Guardian

Temos aqui um mergulho reflexivo e ao mesmo tempo obscuro em torno do personagem de Jon Snow. Essa canção é sobre quando Snow abandona a Patrulha da Noite e parte numa jornada, para além da Muralha, com um grupo de selvagens. Além disso, aborda um pouco sobre o conflito da guerra pelo poder do trono, assim como a guerra com os Outros, os fiéis seguidores do Rei da Noite.

3. White Walkers - October Rage

Eis uma canção que fala, literalmente, sobre os Caminhantes Brancos, as criaturas humanoides que habitam as regiões inexploradas da Muralha. Os White Walkers representam uma ameaça sobrenatural para os habitantes humanos de Westeros.

O anão rock star

Responsável por dar vida ao inesquecível Tyrion Lannister, personagem fundamental da saga, o ator Peter Dinklage já teve seus dias de rock star. Em algum momento dos anos 90, Peter foi vocalista da banda punk Whizzy.

Em entrevista à Playboy, em 2013, Peter falou sobre sua carreira como vocalista. Sem vergonha do passado, o ator abriu o verbo:

Fizemos um show no CBGB. Eu estava agitando no palco e de repente tomei uma joelhada na cara. Fiquei tipo Sid Vicious, sangrando pelo palco. Peguei um guardanapo sujo, tampei a cabeça e continuamos. Não ligávamos pra nossa integridade física, fumávamos e bebíamos no meio dos shows, e teve uma vez que o baixista passou mal e desabou sobre os amplificadores

Infelizmente, não há registros em vídeo ou áudio da banda. Mas fotos - várias delas divulgadas pelo baterista, Jimmy Angelina, estão disponíveis na internet.

Agora que você já conhece as relações de GOT com a música, com o rock e com o heavy metal, saiba que a magia do universo fantasioso também arrebatou o Cifra Club. A seguir, o vídeo da versão que Léo Eymard e Gustavo Fofão fizeram para o tema de abertura da série.

Dê o play e confira o resultado:

Ah, e não se esqueça de compartilhar o link deste post por aí! Vamos tornar esse reino mágico ainda mais indestrutível

Cifra Club
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade