PUBLICIDADE

Diplo pode ser processado após novas acusações de má conduta sexual

6 out 2021 15h11
ver comentários
Publicidade

Por Dan Nascimento

Novamente envolvido em um escândalo de grandes proporções, o DJ e produtor musical Diplo, através de seu advogado, se defendeu das acusações que vem sofrendo. De acordo com informações do Buzzfeed, ele está respondendo criminalmente por uma denuncia de estuprar e transmitir clamídia, uma Infecção Sexual Transmissível (IST) de forma proposital.

Foto: Reprodução | Instagram | @diplo / The Music Journal

A vítima de 25 anos de idade, procurou o Departamento de Polícia de Los Angeles (EUA) para formalizar uma queixa contra o artista e não teve sua identidade divulgada por questões de privacidade.

Segundo o veículo pesa sobre ele ainda, as acusações de invasão de privacidade pois segundo a vítima, Diplo gravou vídeos explícitos durante o ato sexual sem seu consentimento, e compartilhou com pelo menos uma pessoa.

"Estamos revisando a acusação e por enquanto não temos comentários", disse o porta-voz do procurador da cidade de Los Angeles, Rob Wilcox, à imprensa norte-americana.

Através de seu advogado, Diplo rebate e nega acusações

Em comunicado ao PageSix nesta quarta-feira (6), o advogado de Diplo negou qualquer má conduta de seu cliente: "Ela tem espalhado suas mentiras pelo país em uma tentativa desesperada de prejudicar Diplo e aqueles que ele ama, mas não terá sucesso", disse o advogado.

Ele ainda disse que o envolvimento da vítima com Diplo já vem antes do suposto crime: "Ainda mais mentiras da mesma pessoa perturbada que vem perseguindo e ameaçando Wes, sua família e seus amigos há anos. Como se sabe, essa pessoa tentou extorqui-lo em milhões de dólares e, depois que ele se recusou a pagar um centavo a ela, lançou uma campanha incessante de assédio contra meu cliente", acrescentou Bryan Freedman.

The Music Journal The Music Journal Brazil
Publicidade
Publicidade