0

Artistas do rock e pop assinam carta exigindo autorização de músicas para campanhas políticas

30 jul 2020
09h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Mick Jagger e Keith Richards dos Rolling Stones, além de Steven Tyler e Joe Perry do Aerosmith, assinaram uma carta aberta exigindo autorização para que suas obras sejam utilizadas em campanhas políticas.

Os Rolling Stones, que assinaram a carta |
Os Rolling Stones, que assinaram a carta |
Foto: Divulgação | site oficial / The Music Journal

Eles exigem que os principais comitês dos partidos políticos dos EUA "estabeleçam políticas claras que exijam que as campanhas busquem o consentimento dos artistas, compositores e proprietários de direitos autorais em destaque antes de usar publicamente suas músicas em um cenário político ou de campanha".

"Como artistas, ativistas e cidadãos, pedimos que você prometa que todos os candidatos que você apoie buscarão o consentimento dos artistas e compositores em destaque antes de usar sua música em campanhas e cenários políticos", diz a carta.

Assinam os artistas: Sia, Regina Spektor, R.E.M. Lorde, Blondie, Elvis Costello, Sheryl Crow, Rosanne Cash, Lionel Richie, Pearl Jam e Green Day.

As bandas R.E.M. e Guns N' Roses, além de nomes como Pharrell Williams, Rihanna e representantes legais de Tom Petty ameaçaram o presidente Donald Trump com uma ação legaldonald trump na justiça por utilizar suas músicas em uma dessas campanhas.

Veja também:

O fenômeno Rosalía: saiba quem é a diva do pop latino
The Music Journal The Music Journal Brazil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade