3 eventos ao vivo

Aretha Franklin deixou uma dívida de quase US$ 8 milhões

4 mar 2021
18h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O jornal Detroit Free Press publicou que a saudosa cantora Aretha Franklin (1942-2018) teria deixado uma dívida de US$ 7,8 milhões (cerca de R$ 44 milhões na cotação atual) em impostos de renda que não foram pagos, mais juros e multas. O montante foi calculado com base entre os anos 2010 e 2017.

Foto: Warner Music | Atlantic Records / The Music Journal

Além disso, o Detroit Free Press relatou na última segunda-feira (1) que os representantes legais de Aretha Franklin e o fisco norte-americano criaram um plano par que a dívida tributária fosse paga.

"Desde a morte de Franklin, o espólio tem pago de forma constante a dívida fiscal, e seus juros sempre acumulados, enquanto apelava formalmente do total reivindicado pela agência", escreveu o jornal.

A negociação da dívida ficou assim: 45% da renda póstuma da cantora, proveniente de royalties de suas obras musicas, além de acordos de licenciamento e outras fontes vindas da indústria musical em dinheiro, sejam direcionados ao fisco. Outros 40% da renda seriam direcionados para uma conta de custódio contra impostos sobre receitas futuras. Os 15% restantes seriam utilizados para administrar o espólio da artistas. E cada filho de Aretha Franklin receberia de imediato US$ 50 mil, além de proventos a cada três meses em espécie.

O Detroit Free Press também revelou que o documentário Amazing Grace, sobre a vida de Franklin, lançado em 2019, rendeu mais de US$ 1 milhão.

Veja também:

The Weeknd doa US$ 1 milhão em alimentos para a Etiópia
The Music Journal The Music Journal Brazil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade