1 evento ao vivo

A crise dos 30 como inspiração para a banda britânica The 1975

Matthew Healy, vocalista da banda The 1975, cria às vésperas de completar três décadas; 'A Brief Inquiry Into Online Relationships' será lançado nesta sexta-feira, 30, e apresentado no Lollapalooza em 2019

30 nov 2018
06h11
  • separator
  • comentários

Uma nova geração de jovens vai se aproximando da casa dos 30 anos. De forma cíclica, artistas que estão nesta faixa etária cantam sobre a transição para esta nova fase da vida. É o caso da banda britânica chamada The 1975.

Apesar do nome, seu vocalista, Matthew Healy, é de 1989. Nas vésperas de completar seus 30 anos, o cantor e compositor decidiu preparar um disco bem pessoal para o atual momento de sua própria vida. A Brief Inquiry Into Online Relationships, o terceiro álbum de estúdio da banda, será lançado nesta sexta-feira, dia 30.

Uma das músicas de destaque é a já conhecida Give Yourself a Try, em que o grupo canta que "quando a sua coleção de vinil e café são um sinal dos tempos, você está evoluindo espiritualmente aos 29 anos", segundo a letra. "Não é exatamente sobre ficar mais velho, talvez seja o contrário, não envelhecer", explica Healy, em entrevista ao Estado, por telefone. "Você espera crescer e a felicidade é o destino final, mas acho que muito do disco é sobre isso ser uma ilusão."

O título do álbum, algo como "uma breve pesquisa em relacionamentos online", em tradução livre, veio de um texto lido por Matthew Healy, que fez todo o sentido para as músicas sobre amor em tempos atuais presentes no trabalho. "Se você escreve uma música sobre amor em tempos modernos, você também está escrevendo uma música sobre internet. As duas coisas, hoje, estão totalmente ligadas", ele afirma.

A banda é bem conhecida por colocar letras mais densas e reflexivas em melodias dançantes. Para Healy, os sentimentos misturados fazem sentido. "Eu tenho um tipo de sentimento quando ouço a letra de Hallelujah (de Leonard Cohen) e outro quando ouço uma música para dançar. Por mais que sejam sentimentos distintos, eles vêm do mesmo lugar", acredita.

As músicas dançantes da banda carregam muitas influências dos anos 80, além do indie e da música eletrônica atual. Para Matthew, definir o estilo do The 1975 é desnecessário. "Posso dizer que é pop, mas não tem como definir."

Com a sua grande mistura de ritmos e letras, o grupo vai retornar ao Brasil já no primeiro semestre de 2019 para apresentar o novo álbum para os fãs no Festival Lollapalooza, onde já atuaram em 2017.

"Nos divertimos muito da última vez, estou animado em voltar", afirma Healy. A próxima edição do festival, em São Paulo, acontece entre 5 e 7 de abril. Os ingressos já estão à venda.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade