PUBLICIDADE

Morre Stephen Sondheim, coautor de West Side Story, aos 91 anos

Compositor americano é considerado um dos maiores autores de musicais da história da Broadway

26 nov 2021 21h21
| atualizado às 21h33
ver comentários
Publicidade

Morreu nesta sexta-feira, 26, Stephen Sondheim, aos 91 anos, autor de inúmeros musicais da Broadway, incluindo West Side Story. O compositor e letrista faleceu em casa e, segundo declaração de seu advogado e amigo, F. Richard Pappas, ao The New York Times, a morte foi repentina. O artista tinha celebrado o Dia de Ação de Graças em um jantar com amigos na noite de quinta-feira, 25.

Sondheim é considerado um dos maiores autores de musicais da história da Broadway e é celebrado por suas composições para espetáculos de sucesso. Escreveu para West Side Story, em 1957, ao lado de Leonard Bernstein. O musical depois se tornou filme, que vai ganhar nova versão em dezembro deste ano, dirigido por Steven Spielberg. Também dividiu trabalho em Gypsy, de 1959, assinando as letras para as músicas de Jule Styne. Outros musicais de sucesso em seu nome são Sweeney Todd (1979), Sunday in the Park with George (1984) e Into the Woods (1987).

O artista ganhou seis prêmios Tony de melhor trilha sonora original pelos espetáculos Company, Follies, A Little Night Music, Sweeney Todd, Into The Woods e Passion. Também ganhou um prêmio Pulitzer em 1985 pelo espetáculo Sunday in the Park.

Além de trabalhos no teatro, Sondheim escreveu música para alguns filmes. Entre eles estão a trilha sonora de Stavisky, de Alain Renais de 1974 sobre um financista e malfeitor francês, e a canção Sooner or Later (I Always Get My Man) do filme Dick Tracy, de Warren Beatty, que ganhou Oscar em 1991. Além disso, seis álbuns de elenco dos seus espetáculos ganharam Grammy. Também ganhou Grammy de canção do ano, em 1975, com a música Send In the Clowns.

Estadão
Publicidade
Publicidade