0

Mick Fleetwood, do Fleetwood Mac, segue tendência e vende catálogo para a BMG

14 jan 2021
20h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O inglês Mick Fleetwood se tornou o último de uma série de músicos do Rock a fazer dinheiro com seu catálogo ao concordar nesta quinta-feira em vendê-lo para a gigante da indústria fonográfica BMG. 

Mick Fleetwood se apresenta em Nova York
26/01/2018
REUTERS/Andrew Kelly
Mick Fleetwood se apresenta em Nova York 26/01/2018 REUTERS/Andrew Kelly
Foto: Reuters

O acordo dá à BMG, que é de propriedade do conglomerado de mídia alemão Bertelsmann AG, uma participação dos royalties de mais de 300 gravações, entre elas "Dreams" e "Go Your Own Way", dois dos maiores sucessos do Fleetwood Mac, banda que ele ajudou a fundar em 1967. 

Os artistas Bob Dylan e Neil Young também fizeram recentemente acordos de direitos autorais enquanto a popularidade dos serviços de streaming garante que suas músicas possam chegar a novos públicos.

Fleetwood, de 73 anos, apareceu na rede social TikTok no ano passado após recriar sua própria versão de um vídeo viral no qual um skatista cantava a música "Dreams", do ábum "Rumours", de 1977, um dos mais vendidos da história. 

"Esse é um casamento maravilhosamente inspirador entre dois parceiros criativos que entendem todos os aspectos do negócio", disse Fleetwood em nota.

Veja também:

Silent Hill pode chegar em breve; entenda os rumores
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade