0

Hollywood assume postura de resistência a Trump antes de eleições legislativas

11 out 2018
11h49
  • separator
  • comentários

Em uma quinta-feira recente, mais de 100 figuras de Hollywood voltaram sua atenção à política, socializando com Michael Avenatti, advogado da atriz pornô Stormy Daniels, em um bar iluminado por um letreiro com a sigla "OMG WTF".

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante evento em Erie, na Pensilvânia 10/10/2018 REUTERS/Leah Millis
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante evento em Erie, na Pensilvânia 10/10/2018 REUTERS/Leah Millis
Foto: Reuters

O letreiro representa um comitê de ação política que apoia candidatos democratas a cargos nos Estados de Ohio, Michigan, Georgia, Wisconsin, Texas e Flórida, atualmente controlados por republicanos. O nome OMG WTF é composto pela primeira letra de cada Estado.

Entretanto, a sigla também é "um sentimento que todos nós temos diariamente", disse Ben Sheehan, ex-produtor dos vídeos cômicos "Funny or Die", à plateia.

Hollywood tem liderado a resistência política ao presidente Donald Trump, usando premiações, redes sociais e doações para divulgar posicionamentos progressistas em temas que vão de imigração ao controle de armas.

Agora, a indústria do entretenimento está usando o poder de seus astros e sua criatividade para apoiar candidatos que disputam cargos estaduais e locais nas eleições do dia 6 de novembro.

Esta abordagem faz parte da maneira como Hollywood está reescrevendo o roteiro de sua ação política após a eleição de Trump em 2016.

A cada quatro anos celebridades lideram eventos de arrecadação e pegam a estrada para defender presidenciáveis. Uma longa lista de famosos, de Katy Perry a George Clooney e LeBron James, endossou a democrata Hillary Clinton, adversária de Trump na campanha de 2016.

Entretanto, artistas de destaque normalmente aparecem menos durante as eleições legislativas. No domingo, a cantora pop Taylor Swift rompeu o silêncio e declarou apoio a candidatos democratas para o governo e o Senado do Tennessee.

Depois que Trump tomou posse e começou a instituir políticas como a proibição da entrada de pessoas de países majoritariamente muçulmanos aos EUA, a reação de Hollywood se fortaleceu, afirmaram estrategistas políticos que analisaram como a indústria pode reagir de maneira mais eficiente.

Alguns grupos de Hollywood já estavam prestando atenção na disputa por assentos no Senado e na Câmara dos Deputados agora que democratas tentam recuperar o controle das duas casas das mãos dos republicanos de Trump.

Por isso Sheehan, de 33 anos, iniciou a OMG WTF para chamar atenção para eleições menos comentadas, como a de governador e procurador-geral.

"Acho que precisamos cultivar essa conscientização entre os eleitores progressistas, especialmente os jovens", afirmou o ator Bradley Whitford, da série "West Wing", que participou de eventos do grupo.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade