2 eventos ao vivo

Yanna Lavigne passeia com a filha, Madalena, de 3 meses, usando canguru. Fotos!

A atriz estava sozinha e apostou em um look colorido e confortável nesta terça-feira (12)

12 set 2017
14h24
atualizado às 14h27
  • separator
  • comentários

Yanna Lavigne passeou pelo Rio nesta terça-feira (12) acompanhada da filha, Madalena, de 3 meses. Para aliar conforto e praticidade, a atriz preferiu levar a bebê - cuja semelhança com o pai, Bruno Gissoni, foi exaltada por ele nas redes sociais - em uma bolsa canguru. Yanna estava sozinha e sorriu ao notar que estava sendo clicada.

Look concilia conforto e estilo

Recém-chegada de uma viagem a Portugal com a bebê e Gissoni, a artista escolheu uma produção que associava praticidade e estilo: um macacão flare laranja e flatform com detalhes verdes, com o cabelo preso em um coque, além de uma mochila com itens da menina, tietada por Giovanna Lancellotti em vídeo postado por Bruno Gissoni. Ao sair do shopping, ela sentou com a bebê e fez algumas ligações.

Atriz retoma treinos. '3X por semana', explica personal

Em conversa com o Purepeople , Daniel Goffredo, personal trainer de Yanna Lavigne explicou que a atriz preferiu não priorizar nenhuma parte do corpo. "Os treinos são três vezes por semana e ela não tem um foco específico, só ficar fininha toda mesmo. Ela está liberada para tudo e estamos determinados em voltar o corpo dela mesmo, mas ela já tá praticamente igual a antes da gestação", explicou o treinador da atriz.

Madalena herdou espirros de Bruno Gissoni: 'Cinco seguidos'

Além da semelhança física, Bruno Gissoni tem outro aspecto em comum com a pequena Madalena: os espirros em sequência. " Ela tem uma coisa bem minha: quando vou espirrar, são cinco espirros seguidos. Na sua primeira vez, Madalena espirrou assim também! Todo mundo diz que ela se parece comigo, só que tem os olhos puxadinhos da Yanna... Mas tem a pele mais branquinha do que moreninha", contou em entrevista ao jornal "Extra" o ator, acrescentando: "Sou um pai corujão, faço tudo por Madalena. Se ela começa a se contrair, já estou a postos para trocar a fralda. É tudo maravilhoso! Agora vejo o que é cuidar do outro, não dar espaço para o egoísmo. Eu acordo já pensando nela. É coisa que passei 30 anos da minha vida sem saber o que era".

(Por Marilise Gomes )

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade