0

Vítima de assédio sexual como K1 em 'Malhação', Talita Younan alerta: 'Denuncie'

Atriz avalia nova fase da personagem na novela: 'Espero conscientizar muitas adolescentes'

7 dez 2017
18h03
  • separator
  • comentários

Talita Younan está levantando um assunto delicado nas tardes da Globo através de sua personagem na novela "Malhação - Viva a Diferença". Na trama, K1 é vítima de assédio sexual dentro casa e denuncia o padrasto à polícia com apoio das amigas. Em entrevista ao Purepeople , a atriz opina sobre a importância do tema ser levado à TV num horário voltado para o público jovem. "Espero conscientizar muitas adolescentes, pois esse assunto está sendo abordado de uma forma muito acessível. Quando descobri que K1 iria sofrer assédio sexual, eu li muitas histórias, vi muitos vídeos, vi um documentário maravilhoso chamado 'Meu Corpo, Minhas Regras', que tem histórias fortíssimas. Li muita coisa e fiquei assustada quando descobri que a cada 13 minutos, uma mulher é assediada no Brasil. Então, eu queria representar essas mulheres e era uma responsabilidade muito grande falar sobre isso, sentir isso."

'Recebi muitas mensagens de meninas que foram assediadas', conta atriz

A atriz tem sentido de perto a repercussão do drama vivido pela personagem e está satisfeita em poder dar voz a tantas jovens através do seu trabalho. "Estou muito feliz. Recebi muitas mensagens de meninas que foram assediadas, mais de cem. Por isso, estou muito engajada com esse assunto. Espero de todo o coração que a abordagem desse tema ajude as garotas a denunciarem sempre os casos de assédio. Desejo que assim como K1, elas procurem alguém que confiem para conversar e desabafar. Quero dar voz para muitas meninas que passam pelo que K1 está passando."

'Espero que K1, K2 e K3 voltem com a amizade e aprontem muito', torce Talita

Amigas no início da novela, mas inimigas ao longo da trama, K1, K2 (Carol Macedo) e K3/Keyla (Gabriela Medvedovski) romperam a amizade, mas K1 e K2 continuaram inseparáveis. Sobre a reaproximação de K3 e K1, Talita é otimista: "Elas sempre foram muito unidas, acabaram se separando por conta da gravidez de Keyla, que K1 e K2 achavam que foi uma traição, mas não foi e acabaram se separando. Então, quando Keyla vê K1 aos prantos e oferece ajuda, isso prova que a amizade desde a infância era verdadeira. Ela foi muito parceira, uma irmã, acolheu K1 em casa, deu teto, afeto, abraço e deu a ajuda e o carinho que ela estava precisando naquele momento. E ali, só uma verdadeira amiga poderia fazer isso. Eu espero sim, que elas continuem amigas após esse episódio e que K1 e K2 resolvam a história mal resolvida que elas têm com Tato (Matheus Abreu) e que as três voltem com a amizade e aprontem muito!

'Saía das cenas de bullying da K1 com Benê chorando', conta Talita

Vilã no início da trama, Talita comenta que ser vítima de assédio mexeu com K1 e espera que sua personagem se torne uma pessoa melhor e engate uma amizade com Benê (Daphne Bozaski), que já foi vítima de bullying da adolescente pelo seu jeito diferente de enxergar o mundo. "Ela precisa se redimir, depois de tudo o que ela passou, toda ajuda que ela teve, espero que isso mude a cabecinha dela, faça com que ela fique mais humana, mais adulta. Desejo muito que ela e Benê se aproximem, eu sou apaixonada pela personagem e fã da Daphne, quero gravar muito me divertindo com ela. Foi muito difícil gravar as cenas de bullying, mexia demais comigo, porque muita gente já viveu isso. Eu saía das cenas chorando."

(Por Helena Marques )

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade