2 eventos ao vivo

Vera Holtz comemora autonomia feminina

'O casamento nunca foi indispensável', declara a atriz, que diferente da personagem em 'Orgulho e Paixão', é uma mulher independente

8 mar 2018
13h30
atualizado às 14h23
  • separator
  • comentários

Vera Holtz, que viverá uma mãe de cinco jovens na próxima novela das seis, "Orgulho e Paixão", terá como o grande objetivo de vida casar todas elas com homens poderosos, conta ao Purepeople, que diferente da personagem, a maternidade nunca permeou seus planos. "Nunca tive filhos. Eu, Vera, não tive filhos por escolha. Muito cedo já estava determinado na minha cabeça, ainda intuitivamente, que a escolha pelos filhos não seria a minha primeira opção. Eu sempre trabalhei, desde muito cedinho, e eu sempre me dediquei. O casamento meu, se é que existe, foi com o trabalho e com as minhas escolhas", explica a atriz que se destaca na Instagram pelas suas fotos com conceitos inusitados e divertidos".

A atriz, que é conhecida pela personalidade animada, apesar de admitir ficar tensa durante cenas quentes das novelas, fala que é bem diferente da personagem, que na trama é contra os ideais de liberdade da filha, que é a favor da liberdade da mulher. "Casamento é uma plataforma para viver a vida, uma escolha. É uma escolha seríssima, cada vez mais. As gerações estão com mais dificuldades de dividir a vida. É tudo muito pautado na individualidade. Todo mundo casou com o telefone hoje em dia. Por que você vai criar essa expectativa com o outro? Nunca foi indispensável. Mesmo as pessoas que foram induzidas ao casamento na minha geração, por que que existe o divórcio? Porque nunca foi indispensável! É uma escolha muito importante, especialmente para quem quer criar uma família junto com o parceiro".

Mesmo independente, Vera Holtz não descarta a possibilidade de se casar: "hoje há tantos tipos de família porque também já se percebeu que para criar uma família também não precisa casar. É a escolha de um casal que quer ficar junto, que quer viver o tempo da espera do fim juntos. Casamento é um tempo de espera, um lindo tempo de espera para chegar ao fim ao lado do parceiro que você escolheu para compartilhar a dinâmica da vida. E se eu também me inspirar para ter um parceiro que me inspire para o casamento, eu não vou abrir mão dessa possibilidade. Assim como acho que ninguém deve abrir mão dessa possibilidade inventada pelo homem, que é o casamento".

Veja também

 

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade