0

'Tempo de Amar': desabrigada, Maria Vitória vai tocar piano no bordel de Lucerne

A cafetina tem esperanças de conseguir convencer a mocinha a se tornar uma de suas garotas de programa

11 out 2017
18h10
  • separator
  • comentários

Depois de ser assediada sexualmente e presa durante a viagem, Maria Vitória (Vitória Strada) chega ao Brasil, na novela "Tempo de Amar". Só que nada do que a mocinha espera acontece e de repente ela se vê desabrigada no Rio de Janeiro. Sem ter para onde ir nem com quem contar, a portuguesa aceita a proposta de Madame Lucerne (Regina Duarte) para tocar piano no bordel, em troca de sua estadia e alimentação, nos próximos capítulos da trama das seis, em cenas previstas para irem ao ar na quarta-feira (18).

Maria Vitória faz amizade com jovens que serão exploradas sexualmente

Segundo publicado pelo colunista de TV Daniel Castro, tudo começa com a amizade que Maria Vitória faz com Helena (Jessika Alves), Felícia (Amanda de Godoi) e Natália (Giulia Gayoso), suas colegas da terceira classe do navio Royal. Sem saber que estão sendo traficadas, as três moças deixam Portugal seguindo uma promessa de que vão trabalhar com hotelaria, mas quando chegam ao Brasil se deparam com a Maison Dorée e descobrem que vão ter que se prostituir para pagar o que devem pela passagem.

Maria Vitória não encontra nem a tia nem o empório

Assim de desembarca no Rio de Janeiro, a filha de José Augusto (Tony Ramos) vai até o empório onde acredita que Inácio (Bruno Cabrerizo) ainda trabalha, só que o comércio vai estar fechado, por causa das festas de fim de ano. Ela então segue para o endereço de sua tia, dado por Delfina (Leticia Sabatella), mas a essa altura da trama Alzira (Deborah Evelyn) terá se mudado porque Bernardo (Nelson Freitas) perde a casa no jogo. Como não tem para onde ir, Maria Vitória tentar sensibilizar Lucerne contando que foi confinada contra a sua vontade em um convento e sua filha foi dada para adoção. Mas a cafetina diz: "Sua história não me comove! Vi isso acontecer muitas vezes, quando ainda trabalhava nas ruas de Paris. Mulheres perdendo seus filhos, que morriam de tuberculose e outras doenças".

Mada Lucerne faz uma proposta a Maria Vitória

Lucerne continua: "O que me impressiona é a sua coragem! Atravessar o Atlântico para vir atrás do homem que ama. Ter a determinação de voltar com ele para Portugal e procurar sua filha! Isso, sim, me faz ver que você é uma moça forte! E eu admiro quem é forte!", elogia, e então propõe: "Se quiser, pode ficar aqui. Quem sabe se acostuma. Faria muito sucesso. É linda!". Maria Vitória diz não com firmeza, e a dona do bordel explica: "Não se preocupe! A oferta é sem esse compromisso. Mas terá de trabalhar para pagar os dias que ficar aqui. Você toca piano... Poderá entreter os clientes".

'Quem sabe decida se tornar uma das minhas meninas?'

Animada com a possibilidade de trabalhar como pianista, a mocinha fala do que sabe tocar e Madame Lucerne promete que vai lhe mostrar algumas partituras. "Começará esta noite mesmo. Vamos arranjar uma bela toilette para você. Discreta, como gosta. Quem sabe decida se tornar uma das minhas meninas. Seria maravilhoso", ela ainda insiste, e Maria Vitória, desconfiada, declara: "Melhor eu ir embora". Para sossegá-la, a cafetina diz: "Estou sonhando. Não posso?".

(Por Samyta Nunes )

PurePeople

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade