0

'Salve-se Quem Puder': Téo convence Luna a ser sua fisio e surpreende Helena

Nos próximos capítulos da novela 'Salve-se Quem Puder', Helena (Flávia Alessandra) resolve devolver o emprego à filha, Luna/Fiona (Juliana Paiva), mas a sobrevivente já estará envolvida em outro trabalho. É que Téo (Felipe Simas) a convence a ser a sua fisioterapeuta. Ao relatar os problemas do rapaz, Luna pega de surpresa Helena pelos seus conhecimentos

12 fev 2020
11h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Luna (Juliana Paiva) e Helena (Flávia Alessandra) vão se aproximar na novela "Salve-se Quem Puder". Sem saber que a garota é a filha a quem abandonou na infância, a empresária humilha a fisioterapeuta e exige sua demissão do seu restaurante italiano. Mas a mulher de Hugo (Leopoldo Pacheco) recua e resolve contratar a ex-camareira em cenas que vão ao ar dia 20 na trama das sete, antecipa o site ArteBlitz. De quebra, Luna passa a trabalhar ainda na casa da mãe com a ajuda de Téo (Felipe Simas), a quem socorre quando o garoto rola uma escadaria do empório.

Luna recusa continuar trabalhando no empório

Após o novo encontro com a filha, Helena volta a dizer que não sabe explicar o que sente quando encontra Luna, se passando por Fiona desde que ganhou uma nova identidade ao testemunhar assassinato. "Tem alguma coisa nessa garota que me perturba. Ela me olha de uma maneira... Me dá até calafrio", reclama, sem perceber que a filha está se aproximando. "Tou indo embora do Empório. Agora", anuncia a sobrevivente do furacão. Nesse momento, Téo diz para ela continuar trabalhando no restaurante, mas Luna rejeita. "Obrigado, mas... Não quero ficar. Não quero que ninguém tenha calafrios por minha causa. Com licença", sentencia a amiga de Kyra (Vitória Strada), a essa altura já contratada por Alan (Thiago Fragoso).

Téo faz convite para Luna: 'Adiei minha cirurgia'

Segurando as lágrimas, Luna deixa o local e é seguida por Téo, às pressas. "Devia ter escutado meu pai (Mário, Murilo Rosa). Que que eu tinha que procurar ela?", critica para si mesma. "Por que cê tá correndo? Tá querendo cair de novo?", pergunta ao ver o documentarista atrás dela. "Se eu cair, cê tá aqui pra me ajudar. Que nem da outra vez", recorda Téo de maneira divertida. É aí que o irmão de Micaela (Sabrina Petraglia) faz uma proposta para a sobrevivente. "Cê não é fisioterapeuta?... Adiei a minha cirurgia. Preciso continuar com a fisio. Tentar recuperar os movimentos do pé direito. Do calcanhar...", propõe, assustando a profissional. "Cê não pode tar falando sério. Não posso trabalhar pra você", diz.

Luna se desculpa com a mãe: 'Não queria causar problema'

O filho de Hugo recorda que Luna logo percebeu qual era o seu problema, que o alertou em relação aos riscos da cirurgia e que precisa da sua ajuda, uma vez que não quer operar, deixando-a sem palavras. Nesse momento, Helena aparece e chama o enteado e a filha para uma conversa em sua sala. "Estou disposta a passar uma borracha no que aconteceu no evento. Você com certeza entrou no Empório pra procurar emprego... Saiu de casa sem se alimentar... Foi o que você disse naquele dia, não foi?", recorda a empresária. "Não era minha intenção, não queria causar problema", responde a fisioterapeuta. "Tá vendo, dona Helena? Nada como uma conversa civilizada. Sem tirar conclusões precipitadas. Fiona, em nome da minha família. Peço desculpas pelo jeito que te trataram", diz Téo ao intervir.

'Se não for boa, podem me demitir', diz Luna

Helena avisa a filha que ela pode seguir no trabalho no empório, mas Téo revela: "Aí é que tá, a Fiona não vai poder". "Só ofereci o emprego de volta pela atenção que ela teve com você quando caiu da escada", esclarece a empresária, ouvindo do documentarista que ele convidou Luna para ser sua fisioterapeuta substituta. Surpresa, a milionária faz jogo duro e questiona se Luna já se formou. "É claro que a fisioterapia não vai fazer um milagre. Se o edema não diminuir e continuar comprimindo a medula, o Téo vai ter que fazer a cirurgia. Mas se ele quer esperar pra ver se o corpo reage, a físio vai ajudar na recuperação da parestesia transitória do pé direito", frisa. "Você parece que entende mesmo do assunto", nota Helena. Apesar de tudo, Luna também se mostra decidida a não atender Téo por muito tempo. "Se eu não for boa, vocês podem me demitir, e eu fico só na cantina. Fica bom assim pra senhora?", finaliza.

Leia também sobre a novela "Éramos Seis": Clotilde beija Almeida e Isabel faz sexo com Felício

(Por Guilherme Guidorizzi)

Veja também:

Os primeiros dias de Zyan Ewbank Gagliasso!
PurePeople
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade